No Banner to display

domingo, 17 de outubro de 2021

domingo, 17 de outubro de 2021

Saneago implanta tecnologia de eficiência energética

Com foco na sustentabilidade ambiental e financeira, o setor de saneamento está investindo em tecnologias de eficiência energética para a operação dos sistemas.

O fornecimento de água tratada depende da energia elétrica para acionar equipamentos de grande porte, que bombeiam a água do manancial até as estações de tratamento e dos reservatórios até as torneiras dos usuários

Com foco na sustentabilidade ambiental e financeira, o setor de saneamento está investindo em tecnologias de eficiência energética para a operação dos sistemas. O fornecimento de água tratada depende da energia elétrica para acionar equipamentos de grande porte, que bombeiam a água do manancial até as estações de tratamento e dos reservatórios até as torneiras dos usuários. Por isso, a Saneamento de Goiás S.A. é a maior cliente da concessionária de energia elétrica no estado de Goiás.

“Nosso desafio era otimizar o consumo de energia elétrica, que é uma das maiores despesas operacionais da Companhia e um dos principais insumos do setor de saneamento”, pontua o supervisor de Gestão de Energia da Saneago, Osmar Qualhato Junior.

Ele explica que, em busca de alternativas para reduzir esse custo, a Companhia optou por uma combinação de drives, motores e ferramentas digitais, que foi implementada em quatro estações de bombeamento pertencentes ao Sistema Meia Ponte – responsável pelo abastecimento de 37% da população da capital, Goiânia, e de parte da Região Metropolitana, o equivalente a cerca de 1,3 milhão de pessoas.

A ABB, multinacional suíço-sueca e líder em tecnologias de energia e automação, foi a responsável por essa modernização. A empresa implantou nas unidades da Saneago a solução ABB AbilityTM Digital Powertrain, compreendendo a instalação de inversores inteligentes de velocidade variável (VSDs) e motores de alta eficiência, além de sistema de monitoramento remoto e conectividade em nuvem.

Com as novas ferramentas, a redução no consumo de energia elétrica foi de 25%, o que impactou em uma economia de mais de 6.000 MWh e R$ 3,4 milhões por ano. “Por sermos pioneiros na utilização desse tipo de tecnologia na América Latina, movemos de forma inteligente as operações de água da Saneago para a era da digitalização”, declara o supervisor.

Qualhato destaca ainda, entre as vantagens da inovação, o monitoramento remoto dos equipamentos, que passou a estar disponível 24 horas por dia. “Agora podemos agir com antecedência, antes que ocorra qualquer falha em nossas plantas”. Assim, além de melhorar a eficiência energética nas operações, a iniciativa aumentou a confiabilidade dos sistemas de distribuição de água, garantindo segurança no abastecimento para os goianos atendidos pela Companhia.

Projeto
O projeto começou com um estudo de eficiência energética encomendado à Vitalux, empresa de engenharia especializada em pesquisas de energia. Com base no potencial de economia identificado, a ABB trabalhou por meio de seu parceiro, BEU Engenharia, na implantação da solução adequada. Foram instalados, nas quatro estações de bombeamento do Sistema Meia Ponte, 15 motores de alta eficiência e 15 inversores de frequência dedicados à água ACQ580 para controlar a velocidade e o torque das bombas.

Além disso, visando proporcionar maior robustez aos equipamentos e operações da Saneago, a empresa instalou também Smart Sensors nas bombas e motores, bem como a ferramenta NETA-21 nos drives. Tanto os Smart Sensors quanto o NETA-21 fazem parte da solução ABB Ability Digital Powertrain, que permite o monitoramento remoto de drives, motores, bombas e rolamentos.

 

Saneago

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Programa Mães de Goiás chega à região do Entorno do DF no mês de outubro

Mais de 1.200 presos de Goiás participam de exame para conclusão dos estudos

Estudantes da rede estadual levam ouro e bronze na Olimpíada Nacional de Ciências

Seminário discute segurança jurídica em negócios internacionais