No Banner to display

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Reconhecer e valorizar

A data de 6 de agosto é dedicada a todos os profissionais da Educação. Representantes do setor e parlamentares da Assembleia afirmam que a luta pela valorização da classe deve ser contínua e ininterrupta.

Dia Nacional dos Profissionais da Educação
Neste 6 de agosto, a instituição do Dia Nacional dos Profissionais da Educação completa sete anos. A data foi estabelecida pela Lei nº 13.054/14, sancionada em 22 de dezembro de 2014, com o objetivo de proporcionar maior valorização tanto aos professores, quanto aos demais profissionais de assistência, como diretores, coordenadores, supervisores, entre outros, principalmente do âmbito escolar, fase fundamental da formação dos novos estudantes. E, ainda, valorizar o importante trabalho desenvolvido por todas as instituições de ensino voltadas a apoiar e incentivar a capacitação dos cidadãos.

Representante do grupo de profissionais aposentados da Educação estadual em Goiás, Guerreiros da Educação, Solange Andrade, ressalta que não há muito o que se comemorar. “Acho que não estamos tendo nada a comemorar, porque a situação dos nossos colegas da Educação aposentados é tão triste, que muitos estão precisando de cesta básica. A situação é muito triste”, desabafa.

Por sua vez, o deputado Talles Barreto (PSDB), que preside a Comissão de Educação, Cultura e Esportes no Legislativo estadual, afirma que, mesmo diante da situação de pandemia, o trabalho prossegue a favor da categoria. “Estamos aqui com o grupo de aposentados Guerreiros da Educação. São servidores que dedicaram sua vida à Educação de Goiás , que fizeram  muito pela Eduação do estado e estão precisando de apoio. Estamos fazendo nosso trabalho de sensibilizar o Governo e a presidência da Casa, com o presidente Lissauer, para que nós possamos dar dignidade a esses educadores”, explica.

Projetos de lei

Merece destaque. entre as ações parlamentares voltadas à defesa e valorização dos profissionais da Educação em Goiás, a proposta de prestar atendimento e acompanhamento psicológico a profissionais da educação, no que tange às peculiaridades comportamentais que envolvem a respectiva atividade, sobretudo no caso de traumas sofridos no ambiente escolar. A matéria é tema do processo nº 5539/21, de autoria do deputado Cláudio Meirelles (PTC).

“Drogas, bullying e violência dentro de casa são os principais fatores que desencadeiam a ocorrência de crimes dentro de escolas”, enuncia o parlamentar. “É notório o grande índice de violência dentro das salas de aula. Começa com agressões verbais entre alunos e principalmente contra os professores. Logo desencadeia em agressões físicas”, prossegue Meirelles.

Ao concluir, o legislador acentua a importância do suporte aos profissionais de educação no que tange ao lado emocional. “O atendimento psicológico é fundamental para estancar a violência do indivíduo”, garante.

Confira outras matérias 

Processo n° 4803/21 – Deputado Antônio Gomide – Criação do Conselho Estadual de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Conselho do Fundeb).

Processo nº 4744/21 – Governadoria – O projeto revoga a Lei nº 16.071, de 10 de julho de 2007, e apresenta nova disciplina sobre a composição, as competências e a atuação do Conselho de Acompanhamento e de Controle Social do Fundeb.

Processo nº 3840/21 – Deputados Delegada Adriana Accorsi e Antônio Gomide – Garantir que os professores de escolas públicas e privadas sejam considerados grupo prioritário em razão do risco de contágio de covid-19, existente em sala, local de aglomeração de pessoas.

Processo nº 5539/21 – Deputado Cláudio Meirelles – Institui a política de atendimento psicológico, psicopedagógico e de assistência social para o atendimento de alunos e profissionais da educação no âmbito das unidades de ensino da rede estadual de educação.

Processo nº 5368/21 – Deputado Paulo Trabalho – Garantir a segurança e respeito ao educador, diante da violência escolar.

 

Agência Assembleia de Notícias
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Goiana disputa vaga para as Olimpíadas Internacionais de Química

Jogos Abertos classificam mais equipes para fase regional

Atividades presenciais na Alego foram retomadas nessa 2ª-feira, 2, das 7 às 19 horas, podendo atingir até 50% do efetivo

Reconhecer e valorizar