No Banner to display

sábado, 13 de julho de 2024

sábado, 13 de julho de 2024

No Banner to display

‘Pensei que fosse morrer queimado’, diz Zé Neto em primeiro desabafo após acidente de carro

Cantor falou pela primeira vez sobre o grave acidente de carro que sofreu na BR-153, em Fronteira (MG), na noite do dia 5 de dezembro.

Foto: Reprodução

Zé Neto, da dupla sertaneja com Cristiano, falou pela primeira vez sobre o grave acidente de carro que sofreu na BR-153, em Fronteira (MG), na noite do dia 5 de dezembro. Em entrevista ao ‘Fantástico’, da TV Globo, o cantor contou que achou que fosse morrer queimado dentro do veículo.

“Lembro da sensação, do medo, da primeira pancada que o carro sofreu. Lembro do meu grito e dos gritos das pessoas que estavam nos outros carros. Eu tentava abrir a porta e não conseguia. Aquela fumaça foi entrando, aquele cheiro. Falei, ‘meu carro vai pegar fogo e eu vou morrer queimado aqui dentro’”, relembrou o artista.

No acidente, o carro dirigido por Zé Neto capotou após desviar de um animal e bater numa carreta. “Chegando perto de um radar de 60 km/h, aí eu fui freando. De repente, eu vi um bicho. Eu fui tirar pro lado e vi que não podia porque tinha um senhor com uma bicicleta barra forte, então eu dei um solavanco bem rapidinho e voltei. Só que nesse solavanco, a roda caiu dentro de uma crosta e puxou o bico da caminhonete. Quando puxou aí veio aquela pancada, o estouro, ‘pow’. Aí eu já dei aquele grito ‘ai meu deus do céu’. A caminhonete foi virando, capotando, em câmera lenta”, contou.

Segundo o artista, foi o motorista do caminhão que o socorreu. “Ele foi até o carro e ficou me ajudando. Depois, conseguiu entortar a porta, e me puxou para fora. Caí zonzo por conta da pancada e vomitei bastante. Minha boca estava sangrando demais”, disse.

Além de uma contusão pulmonar, Zé Neto fraturou três costelas e levou pontos no braço esquerdo. “É uma área em que ele ainda não consegue respirar. Ele continua internado para melhorarmos essa ventilação”, contou Paulo Espada, médico responsável pelo atendimento.

Ainda na reportagem, Cristiano, colega do cantor, contou como ficou sabendo do acidente do companheiro. “Minha esposa ligou para Natália, esposa do Zé. Ela estava dentro da ambulância bem apavorada. Falou ‘Paula, já te ligo. Eles estão estabilizando o Zé’. Cara, a hora que ouvi isso, na minha cabeça, estabilizando, foi um choque, fiquei bem apavorado”, disse.

Dos cinco envolvidos no acidente, o artista foi o primeiro a chegar no hospital. Como não havia nenhum sinal de que o músico teria ingerido bebida alcoólica, ele não fez exame toxicológico, segundo os médicos e a polícia.

Fonte: Diário da Manhã

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Prefeitura de Caldas Novas espera receber 150 mil pessoas no Feriado de Tiradentes

Educação abre período de matrículas para 2024

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

No Banner to display