No Banner to display

quinta-feira, 18 de julho de 2024

quinta-feira, 18 de julho de 2024

No Banner to display

Parque Aquático de Goiânia será reformado

Um dos espaços mais simbólicos do esporte goiano, o Parque Aquático de Goiânia em breve vai ganhar cara nova.

Governo vai reformar Parque Aquático de Goiânia, com investimento previsto de R$3,8 milhões (Foto: Mantovani Fernandes)

Localizada na área central da capital, a piscina olímpica que recebeu inúmeras competições desde 1979, quando o parque foi inaugurado, vai ser amplamente reformada, retomando a funcionalidade e tradição esportiva do espaço.

A Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) firmou convênio com a Caixa Econômica Federal, com previsão de investimento de R$ 3,8 milhões, para revitalizar e modernizar a praça esportiva, que está com a piscina principal, de 50 metros de extensão, interditada desde 2013, quando foram identificados problemas estruturais.

PARQUE AQUÁTICO

Atualmente, o Parque Aquático segue com suas atividades nas duas piscinas menores, de 25 metros de extensão. O governo estadual atende a sociedade com atividades de iniciação esportiva, práticas saudáveis e paradesporto, com aulas de natação para todas as idades e turmas de hidroginástica para o público adulto, em especial para o atendimento a pessoas da terceira idade.

O secretário de Esporte e Lazer, Edson Sales, destacou a importância do projeto e recuperação do espaço.

“Uma estrutura como essa, do Parque Aquático, tem uma importância muito grande para desenvolvimento do alto rendimento na natação. Este espaço tem uma história e tradição, e não pode ficar parado. Por isso, a reforma é uma das prioridades de governador Ronaldo Caiado”, destacou o titular da pasta.

Os estudos e projetos da área de engenharia foram finalizados e entregues à Caixa, que está analisando a documentação. Após aprovação, será iniciada a fase de licitação das obras, que devem ser concluídas até o fim de 2025.

A reforma prevê a reestruturação completa da piscina olímpica, com novos blocos de partida, além de toda recuperação dos sistemas hidráulicos e elétricos.

Também estão previstas no projeto as reformas dos vestiários e banheiros, salas administrativas localizadas abaixo das arquibancadas, além da construção de um novo pódio, casa de máquinas e a adaptação do espaço visando a acessibilidade de pessoas com deficiência.

Após a reforma, a piscina olímpica voltará a ser um importante ponto de desenvolvimento do esporte de alto rendimento, além de atender a comunidade com atividades de iniciação esportiva e integração comunitária.

 

Secretaria de Esporte e Lazer – Governo de Goiás

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

Prefeitura de Caldas Novas espera receber 150 mil pessoas no Feriado de Tiradentes

Educação abre período de matrículas para 2024

No Banner to display