No Banner to display

domingo, 25 de julho de 2021

domingo, 25 de julho de 2021

Operação cumpre 72 mandados e bloqueia milhões de organização criminosa

A Delegacia Estadual de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) deflagrou nesta quarta-feira (16) a Operação Patrocínio Infiel, resultado de uma investigação iniciada no ano de 2019.

A investigação identificou a atuação de advogados junto a membros de uma facção criminosa goiana responsável por grande parte do comércio de cocaína do Estado, trazendo a droga da Bolívia

A Delegacia Estadual de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) deflagrou nesta quarta-feira (16) a Operação Patrocínio Infiel, resultado de uma investigação iniciada no ano de 2019. Foram mobilizados 155 policiais civis para o cumprimento de 72 mandados judiciais, sendo 39 de busca e apreensão e 33 de prisão. Oito mandados de buscas foram cumpridos em endereços vinculados a advogados suspeitos de integrar uma organização criminosa e, até o momento, duas advogadas foram presas durante a operação.

Além das buscas e prisões, também foram bloqueados mais de R$ 49.300.000,00 em contas bancárias movimentadas pelos investigados, bem como sete imóveis e dois veículos (um deles blindado). A investigação identificou a atuação de advogados junto a membros de uma facção criminosa goiana responsável por grande parte do comércio de cocaína do Estado, trazendo a droga da Bolívia.

Os advogados investigados atuam nos presídios do Estado como verdadeiros comparsas de seus clientes, se aproveitando do acesso que têm aos detentos para levar e trazer mensagens tratando sobre tráfico de drogas, venda de armas, “batismo” e cadastro de novos membros na facção. As informações repassadas pelos advogados tratam, inclusive, sobre ataques a membros de facções rivais.

Foi identificada também uma rede de lavagem de dinheiro usada para movimentar o dinheiro do tráfico de drogas e de outros crimes. Essa rede é composta por contas de pessoas físicas, de empresas regulares e de empresas de fachada e movimentou mais de R$ 150.000.000,00 de 2017 a 2020, em sua maioria de origem ilícita.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Na cidade de Goiás, Caiado entrega revitalização do Palácio da Instrução e destaca resgate histórico

Governador Ronaldo Caiado inaugura nova sede da Emater, em Goiânia

Governo segue pagando diferenças salariais da Educação devidas desde os anos 1990

Na cidade de Goiás, Caiado faz vistorias e participa de evento da Educação sobre volta às aulas