No Banner to display

quinta-feira, 29 de julho de 2021

quinta-feira, 29 de julho de 2021

Nova lei prorroga prazo de reembolso e remarcações de eventos para o final de 2022

Entrou em vigor a Lei Federal nº 14.186, que prorroga o prazo para, até o final de 2022, dos reembolsos ou para utilização do crédito pelos consumidores relacionados aos setores de turismo e cultura.

As regras valem até o dia 31 de dezembro de 2022. O valor da restituição deverá ser corrigido pela inflação. A lei vale para shows, rodeios, espetáculos musicais e teatrais, palestras e conferências (Foto: Divulgação)

Entrou em vigor a Lei Federal nº 14.186, que prorroga o prazo para, até o final de 2022, dos reembolsos ou para utilização do crédito pelos consumidores relacionados aos setores de turismo e cultura. A nova lei foi sancionada no último dia 15 de julho e é uma atualização da Lei 14.046, de 2020. Devido à pandemia de Covid-19, shows, eventos e viagens foram cancelados por conta do isolamento social adotado para a prevenção da doença. Com isso, de acordo com o Governo Federal, o turismo apresentou queda de 75% no faturamento em 2020, comparado com o ano de 2019.

O texto foi publicado no Diário Oficial da União no último dia 16. O prazo para reclamações e reembolsos, que antes era de 31 de dezembro de 2020 passou para 31 de dezembro de 2022.

Regras para restituição

Dentre as novas regras, o prestador de serviços só poderá restituir o valor se ficar impossibilitado de realizar a remarcação do evento. Os artistas, palestrantes ou outros profissionais da área, contratados do dia 1º de janeiro de 2020 a 31 de dezembro de 2021, que forem prejudicados em decorrência da pandemia, não serão obrigados a restituírem o valor imediatamente.

As regras valem até o dia 31 de dezembro de 2022. O valor da restituição deverá ser corrigido pela inflação. A lei vale para shows, rodeios, espetáculos musicais e teatrais, palestras e conferências. De acordo com o superintendente do Procon Goiás, Alex Augusto Vaz Rodrigues, a nova legislação é importante, pois dá um norte aos consumidores de como vai ocorrer a rescisão, a remarcação ou crédito e assim, ajuda a evitar demandas junto aos órgãos de defesa do consumidor e até mesmo possíveis judicializações.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Mais 231.660 doses chegam a Goiás para novo reforço à vacinação contra Covid-19

Caiado anuncia promoção de policiais durante aniversário de 163 anos da PM e formatura de novos oficiais

Caiado anuncia espaço exclusivo para vereadores, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira

Governador destaca “reconhecimento ao trabalho desenvolvido na área social” durante homenagem recebida por Gracinha Caiado, em Anápolis