No Banner to display

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

“Não tiveram um minuto de recuo”, diz Caiado sobre policiais da operação Lázaro

O pronunciamento do governador Ronaldo Caiado foi direcionado a todas as forças de segurança de Goiás e do Distrito Federal.

Governador Ronaldo Caiado durante homenagem aos agentes de segurança que atuaram na captura de Lázaro Barbosa: “O mérito é das nossas polícias, a vocês meus aplausos e meu reconhecimento” (Foto: Júnior Guimarães)

O governador Ronaldo Caiado, ao lado da coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás, primeira-dama Gracinha Caiado, homenageou, nesta quinta-feira (1º), os policiais que atuaram na força-tarefa para capturar o criminoso Lázaro Barbosa Sousa. A homenagem integrou a solenidade de inauguração da reforma da sede do Comando de Missões Especiais (CME) da Polícia Militar de Goiás (PM-GO), em Goiânia.

“Não tiveram um minuto de recuo. A missão foi dada e cumprida, o que fez com que a tranquilidade voltasse a reinar naquela região”, enalteceu o governador ao destacar a competência dos policiais para resguardar as vidas e manter a paz e segurança das pessoas que habitam a localidade.

O pronunciamento do governador Ronaldo Caiado foi direcionado a todas as forças de segurança de Goiás e do Distrito Federal. O trabalho integrado envolveu as polícias Militar (PM), Civil (PC), Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), além da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE-DF).

“A vocês, meus aplausos e meu reconhecimento”, disse Caiado. “Esse é um legado que vai ficar para sempre. Cada policial aqui se sente respeitado e, ao mesmo tempo, reconhecido”, reforçou. “Nada é mais honroso do que caminhar nesse Brasil e receber homenagens que deveriam ser feitas a cada um de vocês que me emprestam esse prestígio ao agirem com determinação e garra”, destacou o governador.

Operação

Quase 300 agentes de segurança participaram das buscas e captura de Lázaro Barbosa, entre os municípios de Cocalzinho de Goiás e Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal.

Foram 20 dias de trabalho das equipes policiais até que a captura do criminoso foi anunciada por Ronaldo Caiado em suas redes sociais, na última segunda-feira (28). Após a prisão em área de mata, na zona rural, Lázaro foi levado pelo Corpo de Bombeiros para atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos.

“O sentimento de dever cumprido é uma coisa que me emociona”, declarou o titular da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), Rodney Miranda. Para o secretário, o sucesso foi consolidado pela integração, harmonia e comprometimento do efetivo. “Nosso primeiro objetivo não era capturar o foragido, era impedir que fizesse mal a outro inocente. Fomos muito bem sucedidos”, afirmou.

Miranda destacou que a área coberta pela força-tarefa apresentava dimensão e características de relevo e vegetação que dificultaram o trabalho. “[As dificuldades] não diminuíram nem um milímetro o ímpeto da tropa. Foram dias difíceis, mas, graças ao bom Deus, tivemos sucesso”, concluiu.

O deputado estadual, Amauri Ribeiro, reconheceu o esforço diário de cada policial. “Parabéns pela luta em defesa da nossa sociedade. Vocês dão a vida para salvar as nossas vidas. Devemos muito a vocês que, sem sombra de dúvida, fazem um exímio trabalho”. Já o deputado estadual Coronel Adailton enfatizou a importância da integração colocada em prática pelos agentes envolvidos na caçada ao criminoso. “As nossas forças policiais de Goiás são, sem dúvida alguma, a melhor segurança pública do Brasil”, destacou.

Melhorias

Durante a manhã, o governador também entregou a reforma da sede do Comando de Missões Especiais (CME) da PM-GO. A obra durou seis meses e contemplou adequações nas instalações e nova pintura, com investimento de R$ 200 mil. A estrutura antiga, de aproximadamente 50 anos, não passava por melhorias há pelo menos sete anos. A empreitada foi possível com recursos da própria unidade, em parceria com a iniciativa privada.

Além de adequações na estrutura física do CME, que fica no setor Marista, em Goiânia, o espaço também ganhou uma pista de treinamento policial para preparação e capacitação de militares do Comando de Missões Especiais. Caiado acompanhou demonstrações realizadas no local.

A pista de treinamento recebeu 20 obstáculos de difícil transposição. O espaço leva o nome do 3º sargento Solano Francisco Leal, que morreu em setembro de 2020, vítima de Covid-19. O militar tinha mais de 10 anos de serviços prestados à corporação e atuava no Batalhão de Choque. Os familiares foram homenageados diretamente pelo governador Ronaldo Caiado e pela primeira-dama, Gracinha Caiado. “É um reconhecimento merecido”, comentou Heleide Motti Vieira, viúva do policial.

O Comando de Missões Especiais é estratégico na Polícia Militar para atender demandas de intervenção rápida. Atua com o planejamento, coordenação, execução e fiscalização de todas as ações de natureza especial da PM-GO. Estão sob responsabilidade do CME oito unidades especializadas: Batalhão de Operações Especiais (Bope); Especializado de Policiamento em Eventos (Bepe), Batalhão de Choque (BPMChoque), Polícia Militar Rural (BPMRural), Companhia de Policiamento com Cães (CPCães) e Choque (CPChoque), Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graeer) e Regimento de Polícia Montada (RPMont).

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

PM realiza 37 prisões em flagrante no Estado

Goiás Turismo leva destinos goianos à Abav Expo, apostando na retomada segura

GoiásFomento lidera número de operações com garantia do Fampe entre agências de fomento e bancos de desenvolvimento

Com público, Estádio Olímpico recebe Goiânia e Goiatuba