No Banner to display

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Na abertura da 3ª Campus Party, Caiado destaca que gestão estadual avançou em serviços digitais

O governador Ronaldo Caiado participou da abertura oficial da Campus Party Digital, nesta quinta-feira (22), no Passeio das Águas Shopping, em Goiânia.

Governador participa da abertura da 3ª edição da Campus Party e destaca avanços a partir do investimento em inovação e tecnologia: “Goiás era um dos Estados que menos atendia a população e fornecia resultado em informatização e serviço digital. Estava entre os 10 piores e hoje é 7º lugar do ranking” (Foto: Cristiano Borges e Júnior Guimarães)

O governador Ronaldo Caiado participou da abertura oficial da Campus Party Digital, nesta quinta-feira (22), no Passeio das Águas Shopping, em Goiânia. Esta é a terceira edição do evento em Goiás, que é considerado a maior experiência para os fãs de tecnologia do mundo. “Um prazer enorme fazer a abertura oficial de um evento tão importante que conseguiu conquistar não só a juventude, mas todos aqueles que se interessam pela inovação e tecnologia”, afirmou o governador.

O Instituto Campus Party é parceiro da Educação de Goiás na implantação dos laboratórios Include. Desta vez, foi escolhido o formato híbrido, com cinco palcos 100% on-line e o Palco Goiás, presencial. Durante o primeiro painel, Caiado ressaltou como o Estado avançou a partir do investimento em tecnologia, desde 2019. “Goiás era um dos Estados que menos atendia à população e que menos fornecia resultado em informatização e serviço digital. Estava entre os 10 piores e, no entanto, hoje Goiás está no 7º lugar do ranking”, comentou o governador.

Também presente, o secretário-chefe da Governadoria (SGG), Adriano da Rocha Lima, destacou que o formato híbrido possibilita a participação de pessoas que não poderiam vir a Goiás. “Temos cinco países da América Latina (Argentina, Colômbia, Paraguai e Uruguai) participando em conjunto e duas unidades da federação, além Goiás. Esperamos que no ano que vem possamos fazer de forma presencial, como foi feito em 2019, quando tivemos um surpreendente público de 70 mil pessoas”.

O Palco Goiás ainda contou com a participação, de maneira remota, do presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, e do professor de ética e filósofo Clóvis de Barros Filho.

Laboratórios Include
A parceria firmada com o Instituto Campus Party, ainda em 2019, ano da primeira edição em Goiás, permitiu que, em 2021, fossem inaugurados seis laboratórios Include e outros 14 estão previstos para serem entregues até o final de 2021. Os laboratórios são equipados com o que há de mais moderno em tecnologia e inteligência artificial e vão atender estudantes da rede estadual de ensino.

O governador lembrou que os seis laboratórios foram instalados durante a pandemia da Covid-19, sendo dois em Goiânia, um em Cavalcante, um em Alto Paraíso, um em Valparaíso e um em Luziânia. “Um agradecimento especial ao Francesco, que tem olhado com muito carinho nosso Estado para que pudéssemos promover eventos que motivem as crianças e os jovens com os laboratórios de robótica, estimulando não só a teoria, mas a prática”, enfatizou Caiado.

Secretária de Educação de Goiás, Fátima Gavioli contou como a realidade dos alunos da rede estadual mudou após a implantação do Include. “Vocês escolheram muito bem as comunidades mais vulneráveis para colocar esses laboratórios. Ao recebê-los, eles se sentiram extremamente prestigiados”, relatou. Segundo Fátima Gavioli, os laboratórios são uma espécie de chamativo para que os estudantes retornem às aulas presenciais a partir do dia 2 de agosto. “Acabaram sendo uma ‘chama’ para eles entenderem que estamos cuidando de todos, principalmente dos que não têm acesso nenhum”, concluiu a secretária.

Além dos laboratórios, outro programa implementado pelo Governo de Goiás na educação, fundamentado na tecnologia, é o Leitura Todo Dia – Clássicos da Literatura. Ao todo, são 30 escolas estaduais que participam do projeto, que visa contribuir para a formação de estudantes leitores e críticos, “capazes de interagir com a realidade, na condição de cidadão consciente”, conforme as palavras da professora da rede estadual de Goiás, Ana Cristina Sousa de Jesus. “A implementação desse projeto favorece significativamente o processo de ensino-aprendizagem visto que propõe a colaboração para estímulo da leitura e da escrita”, explicou Ana Cristina Sousa de Jesus.

O projeto conta ainda com apoio e parceria do professor de ética e filósofo Clóvis de Barros Filho, que definiu a leitura dos clássicos como “um contato com a genialidade daqueles que já não se encontram mais”. “É como se pudéssemos encontrar Platão e ter dele, que é o pai fundador do pensamento ocidental, aquilo que seu espírito de melhor produziu”, disse. Para o professor, é papel da escola fomentar esse tipo de leitura. “A oportunidade de degustar um clássico é uma prerrogativa e eu diria que o papel da escola é permitir esse encontro e dar-lhe condições de entendimento”, finalizou Clóvis de Barros.

Programação
Em virtude da pandemia, o Palco Goiás não terá cadeiras para o público, apenas espaço para os participantes convidados, com transmissão 100% on-line. Serão 36 atividades, como workshops, palestras e painéis, promovidas por 13 parceiros e três secretarias de Estado. Os especialistas vão discutir temas diversos, como economia circular, biotecnologia, inteligência artificial, resíduos sólidos, empreendedorismo, energia hidrelétrica, ecossistema de inovação e vendas no delivery, dentre outros.

Nos três dias de evento, são mais de 250 horas de conteúdo construídos a partir de comunidades (hackathons, call4 talks, startup 360º), curadoria (Campus Party, Include, Cybervolunteers) e parcerias com universidades, startups e institutos. As atividades serão realizadas entre 11h e 22h. A previsão é de que mais de três milhões de campuseiros acompanhem o evento online só no Brasil.

A CP Digital receberá palestras com grandes nomes do empreendedorismo digital no Brasil, como Caito Maia (fundador da Chilli Beans), Abílio Diniz (CEO Península), Luis Justo (CEO Rock’n’Rio), Ricardo Cappra (Chief Data Scientist Cappra Lab), Maitê Lourenço (CEO do BlackRocks Startups) e Dado Schneider (criador da marca Claro).

Assim como as demais edições, a Campus Party 2021 também terá um hackathon. Chamado de Hackathon Reboot The Word, a maratona de tecnologia tem objetivo de encontrar soluções para problemas de diversos segmentos usando a tecnologia como meio. Durante o evento, os participantes podem escolher um dos desafios/temáticas disponíveis, encontrar outros parceiros para formar seus times, caso ainda não esteja formado, e desenvolver soluções.

Comunidade global
Com mais de 80 edições em todo o mundo, a Campus Party é a maior experiência internacional baseada em inovação, pensamento disruptivo e criatividade. É o catalisador que reúne empresas visionárias, pessoas excepcionais, comunidades unidas, instituições públicas, privadas e de ensino, para formar uma única comunidade global. Um hub mundial que serve como referência para as novas gerações sobre questões sociais atuais e do futuro e o uso consciente da tecnologia para mudar o mundo.

A edição 2021 da Campus Party Digital também será latino-americana, envolvendo, além do Brasil, Argentina, Colômbia, Paraguai e Uruguai entre dos dias 22 e 24 de julho. Cinco países em transmissão simultânea, mas cada um com seu conteúdo.

Presença Também participaram da abertura os secretários de Comunicação, Tony Carlo, e de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), Marcio Cesar Pereira; o deputado estadual Virmondes Cruvinel; o ex-vereador por Goiânia, Paulo Magalhães.

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Após nova onda de Covid-19, Prefeitura de Caldas Novas endurece medidas de contágio da doença

Meio Ambiente leva audiências de autocomposição para Itumbiara

Caminhão da Saúde oferece consulta médica e exames de imagem gratuitos em Piracanjuba, neste fim de semana

Prefeitura e Câmara se unem em Caldas Novas e consolidam parceria para construção de Hospital Evangélico no município