No Banner to display

quarta-feira, 24 de julho de 2024

quarta-feira, 24 de julho de 2024

No Banner to display

Menino desaparecido em Rio Verde foi acolhido em junho, após caso de violência

Filmagens divulgadas pela polícia mostram a criança indo em direção da casa onde ele mora com a mãe e o padrasto e outros dois irmãos, no dia que sumiu.

FOTO: Reprodução / TV Anhanguera

A família da criança procurou as autoridades apenas quatro dias após o desaparecimento.

A reportagem do jornal O Hoje apurou, com exclusividade, que a criança vivia em um ambiente conturbado, que envolvia brigas, uso de drogas e violência doméstica.

“A família apresenta um histórico de problemas. Essas crianças já foram recolhidas na casa de abrigo temporário, sob a determinação do Ministério Público, pelo Conselho Tutelar”, disse o delegado Adelson Canedo, que investiga o caso.

Além disso, o delegado também contou que o padrasto da criança é dependente químico. Segundo um Boletim de ocorrência, no qual o Jornal O Hoje teve acesso, no dia 4 de junho, a mãe do Pedro Lucas teria sido agredida pelo companheiro de 21 anos. Segundo os relatos dos vizinhos, a mulher gritava por socorro, e o rapaz estava armado com uma faca.

Segundo o Registro de Atendimento Integrado (RAI), o padrasto do menino teria usado uma faca para ameaçar a mulher. Na confusão, a irmã mais nova do Pedro Lucas, que, à época, tinha 1 ano e 9 meses, ficou machucada.

Com a chegada dos policiais, o padrasto se livrou da faca, jogando-a por cima do muro. Os policiais militares levaram o casal à delegacia. Os policiais também apreenderam na residência gaiolas com aves silvestres.

E as crianças foram levadas, sob a proteção do Conselho Tutelar, para a Casa de Abrigo Temporário (CATE), em Rio Verde.

Para entender melhor como foi o abrigo das crianças mais velhas do casal, a reportagem procurou o CATE, que encaminhou a reportagem para falar com o Conselho Tutelar. Até o fechamento desta edição, no entanto, não houve retorno do conselheiro que fez a ocorrência à época do acolhimento nem o que está acompanhando o desaparecimento do menino.

FINTE: O HOJE

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

Detran disponibiliza Disque-Guincho para remoção de veículos

Prefeitura de Caldas Novas espera receber 150 mil pessoas no Feriado de Tiradentes

No Banner to display