No Banner to display

domingo, 19 de setembro de 2021

domingo, 19 de setembro de 2021

Mãe conta que dançar antes do trabalho de parto foi essencial para o nascimento da filha

Durante o trabalho de parto humanizado, realizado no Hospital Municipal de Caldas Novas, mãe e pai dançaram juntos das sessões de estímulos

O Hospital Municipal André Ala Filho, de Caldas Novas, tem se tornado referência quando o assunto é parto humanizado. No início de setembro, a mamãe Deborah Alves Assis (25) teve a bebê Lunna, após um longo trabalho de parto que contou música, dança, exercícios e a presença do pai, Macgayver Vieira Souza (34).

Nas imagens, disponibilizadas pela equipe do hospital, mãe e pai participaram juntos das sessões de estímulos. O objetivo era trazer a bebê ao mundo de forma natural e sadia.

A mais nova mamãe agradeceu a equipe pelo trabalho coordenado pela diretora da unidade, Amábia Lacerda, que também é doula. Segundo ela, foi um momento único e ainda mais especial pela ajuda dos profissionais que estiveram presentes. “Foi a melhor experiência da minha vida”, disse Débora.

Recentemente o Hospital Municipal André Ala Filho foi notícia em todo Brasil com o casal de deficientes auditivos que contou com a ajuda de uma intérprete em Libras para se comunicar com médicos no nascimento do 1º filho.

A diretora Amábia confirma a importância do parto humanizado. “São procedimentos que buscam adequar o momento dentro de um olhar menos hospitalar. A gente busca entender tanto a mãe quanto o bebê com um olhar mais humano e acolhedor,” finalizou Amábia.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Caiado participa do lançamento da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, em Mara Rosa, no Norte goiano

Goiás atualiza orientações sobre vacinação contra Covid-19

Em Goiânia, Caiado inicia entrega de mais 250 mil cestas básicas a famílias em vulnerabilidade impactadas pela pandemia, e Goiás atinge marca de 1 milhão de donativos distribuídos

Caiado diz que consultas populares vão definir como Projeto Gênesis será implantado e destaca que prioridades são “desenvolvimento do Nordeste goiano e preservação do meio ambiente”