No Banner to display

domingo, 14 de agosto de 2022

domingo, 14 de agosto de 2022

No Banner to display

Hugo abre processo seletivo para 14 cargos de nível médio/técnico e superior

O Hospital Estadual de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) está com inscrições abertas para processo seletivo em 14 cargos de nível médio/técnico e superior, com salários-base de R$ 1.500 a R$ 2.842.

Inscrições para processo seletivo do Hugo seguem até o dia 30 de junho, pelo site do Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS). São 14 cargos de nível médio/ técnico e superior (Foto: Brito)

O Hospital Estadual de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) está com inscrições abertas para processo seletivo em 14 cargos de nível médio/técnico e superior, com salários-base de R$ 1.500 a R$ 2.842. A seleção tem o objetivo de formar cadastro de reserva para vagas que surgirem no quadro de colaboradores do hospital.

As inscrições podem ser realizadas até 30 de junho, por meio de envio de currículo e documentação comprobatória no e-mail [email protected], com nome da vaga e turno de interesse no assunto. Os requisitos para se candidatar a uma vaga estão no edital, entre eles: apresentar a documentação solicitada e estar habilitado a desempenhar as funções do cargo ao qual se candidata.

A contratação será realizada conforme a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a seleção ocorrerá em duas etapas: análise curricular e entrevista. A relação dos candidatos aprovados para entrevista será divulgada no site do Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde. Para mais informações acesse o edital.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Publicações em Alta

Em Porangatu, Caiado anuncia ampliação do Projeto da Cerveja de Mandioca e pequenos agricultores do município podem vender produção para Ambev

Operação Fogo Amigo: Economia estima desvio de R$ 2 milhões em ICMS

Caiado anuncia que GO-118, em Alto Paraíso, deve ser liberada parcialmente até sexta-feira (07/01)

Em três anos, Governo de Goiás reduz em 94% o número de foragidos no sistema penitenciário