quinta-feira, 30 de junho de 2022

quinta-feira, 30 de junho de 2022

Governo investe na preservação do patrimônio histórico da antiga Vila Boa

“É a mãe de todas as cidades de Goiás”. A definição feita pelo governador Ronaldo Caiado para se referir à primeira capital goiana mostra a importância que o município de Goiás tem para a atual gestão estadual.

Procissão do Fogaréu reuniu milhares de pessoas nas ruas de Goiás e contou com investimento de R$ 260 mil do Governo de Goiás (Foto: Secom-GO)

A antiga Vila Boa, Patrimônio Cultural Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), destaca-se por sua história e pelas riquezas culturais, arquitetônicas e naturais.

Desde 2019, o Governo de Goiás trabalha para destinar recursos que potencializassem os atributos marcantes da cidade. Para isso, já investiu mais de R$ 13,6 milhões. Os recursos passam pela retomada de grandes eventos, como o Fica, a Procissão do Fogaréu e as Cavalhadas, também pela restauração de prédios históricos, como os palácios da Instrução e Conde dos Arcos, e a criação de estruturas para o turista que percorrer o Caminho de Cora Coralina.

“Todo goiano se sente representado ao estar na cidade de Goiás. Uma obra lá significa ter o resgate daquilo que foi o início do nosso Estado. Tenho ligações familiares com a antiga Capital, onde vivi minha infância. Tenho boas recordações e fico alegre, como governador, em oferecer melhores condições de saúde, de moradia, de trafegabilidade, enfim, de melhorar a vida das pessoas do município”, ressalta Ronaldo Caiado.

Fica, Fogaréu e Cavalhadas
O Fica 2022 foi realizado, com público presencial, de 24 de maio a 5 de junho, e abordou a temática “Meio ambiente e saúde: onde estamos e para onde vamos”. O evento teve quatro mostras competitivas, com exibição de mais de 50 filmes nacionais e internacionais, além de shows de graça com artistas como Vanessa da Mata, Manso e outros. Foram empregados mais de R$ 4 milhões pelo Estado para a realização do festival.

Outro tradicional evento de Goiás que voltou com apoio do governo estadual foi a Procissão do Fogaréu. Neste ano, a atração recebeu aporte de R$ 260 mil por meio do Programa Estadual de Incentivo à Cultura – Goyazes. Com suas vestes coloridas, Farricocos cortaram a madrugada da quinta-feira Santa (14/04) na encenação que apresenta a busca por Jesus Cristo. O evento foi acompanhado por milhares de pessoas, em um grande espetáculo teatral a céu aberto.

E para ir além, o Governo de Goiás também trouxe de volta as Cavalhadas para antiga Capital, evento que há 70 anos não era realizado no município. A atual gestão garantiu a inclusão do município no circuito que é realizado todo ano pelo Estado. O evento na antiga Vila Boa está previsto para os dias 11 e 12 de outubro. Com a entrada de Goiás, a expectativa é incrementar o turismo na cidade, movimentar a economia e ampliar o cenário cultural.

Caminho de Cora
Única trilha de poesias em todo o mundo, o Caminho de Cora Coralina, homenagem à poetisa vilaboense de renome internacional, receberá R$ 2,1 milhões em investimentos do Governo de Goiás para sua estruturação, visando melhor recepcionar quem planeja desbravar os cerca de 300 quilômetros do percurso e gerar empregos para a região.

Memória de Goyaz
Dentro do tradicional Cine Teatro São Joaquim, funciona também o Museu da Memória de Goyaz, espaço que reunirá imagens e sons sobre histórias, cultura e a memória de Vila Boa. A unidade será formada por acervos de fazedores de cultura, memorialistas, artistas, fotógrafos, cineastas, poetas, políticos, músicos e de famílias da cidade.

Palácio Conde dos Arcos
Na reforma do Palácio Conde dos Arcos, residência oficial do governador de Goiás por mais de 180 anos e patrimônio tombado, o Executivo estadual já investiu mais de R$ 390 mil em reparos parciais e emergenciais, como a substituição do assoalho, a pintura de paredes, reformas nas esquadrias de janelas e portas, além de tratamento do piso com cupinicida.

O edifício também recebeu um trabalho com técnicas de engenharia praticadas na época de seu erguimento, mescladas com outras recentes, para o zelo de suas características originais. A previsão é de que, com a finalização dessa primeira etapa, o local passe por uma restauração completa. A Secult já liberou R$ 6 milhões para a revitalização do espaço.

Ainda em 2022, o Governo de Goiás irá investir R$ 33 milhões na revitalização, musealização e restauro de cinco unidades culturais e nove igrejas pelo estado, por meio do Projeto Fé, Religiosidade e Devoção. O Conde dos Arcos está entre os espaços a receber aportes da ação na cidade, assim como as igrejas de Santa Bárbara, de São João Batista, no Arraial de Ferreiro, e de Nossa Senhora Aparecida, no Povoado das Areias.

Palácio da Instrução
Presente de 294 anos para a cidade, a reinauguração do Palácio da Instrução deu novo brilho à primeira edificação em estilo art déco de Goiás. O local, que integra a relação de bens históricos tombados pela Unesco, foi construído entre 1928 e 1929.

A gestão estadual investiu R$ 888,2 mil na execução da reforma e entrega do espaço, que funciona como sede da Coordenação Regional de Educação (CRE) da cidade de Goiás. A obra foi entregue em julho de 2021.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Publicações em Alta

Decreto formaliza o novo Coíndice

Com 23.270 novos CNPJs, Goiás bate recorde em abertura de empresas de janeiro a agosto de 2021, melhor resultado dos últimos cinco anos

Cavalhadas em Pirenópolis serão realizadas em junho

Aprendiz do Futuro contrata cinco mil jovens em todo o Estado