No Banner to display

domingo, 17 de outubro de 2021

domingo, 17 de outubro de 2021

Governo finaliza reforma parcial do Palácio Conde dos Arcos, na cidade de Goiás

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes, investiu R$ 130 mil na reforma de alguns ambientes do Palácio Conde dos Arcos, museu histórico muito visitado na cidade de Goiás.

Palácio Conde dos Arcos integra o Centro Histórico da cidade de Goiás, que foi reconhecido como Patrimônio Cultural Mundial, em 2001, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Foto: Goinfra)

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), investiu R$ 130 mil na reforma de alguns ambientes do Palácio Conde dos Arcos, museu histórico muito visitado na cidade de Goiás, onde residiu Dom Marcos de Noronha, o primeiro governador do Estado.

Na construção do século XVIII, foram executados os serviços de pintura das paredes, reformas de esquadrias de janelas e portas, e a substituição do assoalho de madeira de três quartos do imóvel e do gabinete do governador. O novo piso foi submetido a tratamento com cupinicida para garantir longevidade à estrutura e a preservação de suas características barrocas.

O presidente da Goinfra, Pedro Sales, destaca a delicadeza e a minuciosidade do trabalho que associa técnicas da engenharia praticada no início daquela construção com uma arquitetura preservadora e reverente aos valores histórico e cultural do patrimônio. “Até serviços habitualmente muito simples, como a troca de uma fechadura, são realizados com a preocupação de manter o padrão visual igual ou o mais próximo possível do produto original”, ressalta.

A obra levou 60 dias para ficar pronta. Agora, depende do panorama da pandemia no Estado de Goiás para ser entregue à população vilaboense e reabrir as portas à visitação pública, que foi interrompida durante o período de pandemia e obra.

Para o secretário estadual de Cultura, César Moura, os trabalhos representam o compromisso do governador Ronaldo Caiado com a preservação dos monumentos do Estado. “O governador já autorizou o restauro de igrejas que carregam importante período da história de Goiás, assim como prédios tombados pelo Iphan [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional] em respeito ao patrimônio histórico e cultural de Goiás”, destaca.

O museu
O Palácio Conde dos Arcos integra o Centro Histórico da cidade de Goiás, que foi reconhecido como Patrimônio Cultural Mundial, em 2001, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O local possui mais de 30 cômodos, rico acervo de mobiliário e de peças antigas, e três pátios com jardins, sendo o maior deles, em estilo português. Por ser um interessante e profundo mergulho na história goiana, desde os bandeirantes até os nossos dias, funciona, hoje, como centro de atividades culturais.

A transferência da sede do Poder Executivo Estadual é um dos eventos tradicionalmente realizados no palácio, durante as festividades do aniversário do município, que completou 294 anos em julho de 2021. O ato simbólico ocorre desde 1961 e tem duração de três dias, tempo em que são realizados eventos e outras ações regionais na cidade.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Polícia Penal registra aumento de apreensões de K4, conhecida como supermaconha

Caiado anuncia isenção da contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas com salário de até R$ 3 mil e redução da cobrança para os que recebem acima desse valor

Expresso Balcão capacita servidores de 12 municípios

Operação integrada apreende 200 kg de cloridrato de cocaína