No Banner to display

domingo, 25 de julho de 2021

domingo, 25 de julho de 2021

Governo do Estado leva Programa Goiás Social a Matrinchã e Amaralina

“O governador Ronaldo Caiado tem compromisso de promover a mudança real na vida das famílias em situação de vulnerabilidade de Goiás”, disse

Simira Helena Boaventura, moradora de Amaralina, foi cadastrada pelo Programa Goiás Social.

As cidades de Amaralina e Matrinchã, no Norte e Noroeste goiano, receberam as primeiras ações do Programa Goiás Social, iniciativa do Governo do Estado, criada para diminuir a vulnerabilidade social das famílias goianas, nesta terça e quarta-feira (22 e 23/06).

Nos dois dias, foram realizadas visitas técnicas de analistas sociais para cadastro das famílias em situação de vulnerabilidade. Nas duas cidades, a atividade contou com a participação da coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado, na terça-feira em Matrinchã e na quarta-feira em Amaralina.

“Ver o Goiás Social rompendo fronteiras significa muito para todos nós. Essa é uma iniciativa que leva dignidade e qualidade de vida às famílias vulneráveis e que realmente precisam. Eu posso garantir para vocês que o governador Ronaldo Caiado tem compromisso de promover a mudança real na vida das famílias em situação de vulnerabilidade de Goiás e para que todos vivam com dignidade”, afirma a presidente de honra da OVG e coordenadora do GPS, primeira-dama Gracinha Caiado.

Coordenado pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS) com o apoio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), o Goiás Social envolve diversas pastas estaduais e as prefeituras participantes. Nesta primeira etapa, são verificadas as desproteções sociais e como a população mais carente pode ser contemplada dentro dos benefícios que o projeto propõe, como reformas de moradias, cursos de alfabetização para adultos e de qualificação e capacitação profissional, possibilitando a geração de renda na comunidade, além do Crédito Social, recurso voltado para aqueles que participam dos cursos de capacitação e pretendem empreender.

Nesta primeira visita, também são entregues benefícios da OVG, como cadeiras de rodas, fraldas infantis e geriátricas, cestas básicas e colchões especiais. Além de Matrinchã e Amaralina, o programa já está em andamento nas cidades de Americano do Brasil, Edéia, Monte Alegre, Cavalcante, Morro Agudo e Nova América.

Visitada pelo Governo do Estado durante o Goiás Social, Simira Helena Boaventura, 69 anos, moradora de Amaralina, diz que a ação lhe devolveu a esperança. “Em toda a minha vida, nunca imaginei viver o que estou vivendo hoje. Meu coração está a mil, parece que estou voltando a acreditar no melhor”.

Ao apresentar a casa onde vive, dona Simira conta que a construção foi feita de improviso. “Há muitos anos eu tento uma ajuda para conseguir ajeitar minha casa, principalmente o telhado. Eu tenho medo de como está, porque as madeiras estão rachadas e com cupins. Precisei até colocar escoras. Do jeito que está, eu já não consigo mais fazer o meu bazar, que era na área, com as peças que costuro. Agora, com essa visita, fico esperançosa em ver minha casa mais bonita e em poder trabalhar para viver melhor”, comentou. Ao todo, 159 famílias foram visitadas em Matrinchã e 150 em Amaralina.

Além das visitas às famílias, a equipe do Gabinete de Políticas Sociais também realiza a avaliação dos equipamentos públicos dos municípios do Goiás Social, visando corrigir e aprimorar possíveis problemas encontrados nos prédios públicos. “Estamos visitando as escolas e as demais estruturas do Estado, verificando o que tem de prédios públicos do governo estadual na cidade para que a gente possa melhorar”, explicou Gracinha Caiado. Em Matrinchã, ela foi recebida por estudantes e equipe do Colégio Estadual Arthur da Costa e Silva, e em Amaralina, ela esteve no Colégio Estadual Josino Silva.

Durante a visita, a prefeita de Matrinchã, Ivânia Alves Fernandes, destacou que o Goiás Social atende à demanda e necessidade dos mais vulneráveis e que “todos os municípios vão sentir no dia a dia” os efeitos da iniciativa. Para a gestora, a ação vem de pessoas que realmente têm o propósito de ajudar. “É uma honra receber mãos carregadas de projetos que vêm contribuir com nossa população. Isso representa o fortalecimento das famílias na questão da renda e vamos trabalhar em parceria para que possamos buscar e resgatar todos de uma forma ordenada”, garantiu.

Já o prefeito de Amaralina, Dasio Ferreira, destacou que o programa será muito importante para as famílias do município. “É uma grande honra para todos nós de Amaralina receber essa ação do Goiás Social, que tanto contribuirá com as famílias do nosso município. Deixo aqui os meus cumprimentos à primeira-dama Gracinha Caiado e ao governador Ronaldo Caiado, que tem feito muito por nosso Estado”.

Em Matrinchã, o evento também contou com a presença dos prefeitos de Itapirapuã, Erivaldo Da Silva, e de Aruanã, Hermano de Carvalho. Em Amaralina estiveram presentes o deputado estadual Júlio Pina, a deputada federal Flávia Morais e os prefeitos Deocleciano Lira, de Bonópolis, Vanuza Valadares, de Porangatu e José Ribeiro, de Nova Iguaçu de Goiás.

Goiás Social
O Goiás Social é uma ação de governo criada para o enfrentamento às desproteções sociais nos municípios goianos, que tem como eixos centrais a identificação, articulação, integração e o resultado real na vida das famílias, comunidades e cidades. As ações do Goiás Social envolvem alfabetização de adultos, qualificação e capacitação profissional, transferência de recursos para as pessoas que passarem pelas capacitações, possibilitando geração de renda para essas famílias, bem como a reforma de casas.

O programa chegará aos municípios Goiás e seus bairros mais vulneráveis, seguindo critérios de vulnerabilidade social do Índice Multidimensional de Carência das Famílias Goianas (IMCF), cálculo feito pelo Instituto Mauro Borges (IMB) com base nos dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Esse índice mostra com detalhes os bairros, municípios e regiões do Estado com maior carência, levando em conta informações sobre renda, educação e moradia das famílias.

Fotos: Cristina Cabral e Hegon Corrêa

Legenda 1:
Famílias beneficiadas pelo Goiás Social são selecionadas por critérios de vulnerabilidade do Índice Multidimensional de Carência das Famílias Goianas (IMCF)

Legenda 2:
Simira Helena Boaventura, moradora de Amaralina, foi cadastrada pelo Programa Goiás Social.

Legenda 3:
A primeira-dama, Gracinha Caiado, durante atividades do programa Goias Social: “É um trabalho conjunto com todos secretários de Estado e gestores municipais”

Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) – Governo de Goiás

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Na cidade de Goiás, Caiado entrega revitalização do Palácio da Instrução e destaca resgate histórico

Governador Ronaldo Caiado inaugura nova sede da Emater, em Goiânia

Governo segue pagando diferenças salariais da Educação devidas desde os anos 1990

Na cidade de Goiás, Caiado faz vistorias e participa de evento da Educação sobre volta às aulas