No Banner to display

domingo, 19 de setembro de 2021

domingo, 19 de setembro de 2021

Governo de Goiás vai financiar projeto de pesquisa de bioinsumos

O Governo de Goiás, por meio de parceria entre suas secretarias e órgãos, vai financiar um projeto de pesquisa de bioinsumos para ajudar no desenvolvimento sustentável do agronegócio goiano.

Reunião entre os secretários da Sedi e Seapa e os presidentes da Fapeg e Emater, finalidade é buscar recursos junto à Sudeco para o financiamento das pesquisas (Foto: Sedi-GO)

O Governo de Goiás, por meio de parceria entre suas secretarias e órgãos, vai financiar um projeto de pesquisa de bioinsumos para ajudar no desenvolvimento sustentável do agronegócio goiano. A utilização de recursos biológicos aproveita o potencial da biodiversidade brasileira para reduzir a dependência dos produtores rurais em relação aos insumos importados e ampliar oferta de matéria prima para setor.

Na última terça (24), os secretários Márcio César Pereira (Desenvolvimento e Inovação), César Moura (Retomada), Tiago Mendonça (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), além do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás, Robson Vieira e o presidente da Emater, Pedro Rezende, discutiram o projeto.

A ideia é buscar os recursos na Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), que tem um fundo específico para pesquisa e desenvolvimento acima dos R$ 16 milhões. “Estamos ainda traçando as primeiras linhas do projeto, mas, com certeza, será algo muito relevante para o agronegócio goiano”, afirmou Marcio Cesar Pereira.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Caiado participa do lançamento da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, em Mara Rosa, no Norte goiano

Goiás atualiza orientações sobre vacinação contra Covid-19

Em Goiânia, Caiado inicia entrega de mais 250 mil cestas básicas a famílias em vulnerabilidade impactadas pela pandemia, e Goiás atinge marca de 1 milhão de donativos distribuídos

Caiado diz que consultas populares vão definir como Projeto Gênesis será implantado e destaca que prioridades são “desenvolvimento do Nordeste goiano e preservação do meio ambiente”