No Banner to display

sexta-feira, 19 de julho de 2024

sexta-feira, 19 de julho de 2024

No Banner to display

Governo de Goiás distribui novos medicamentos para doenças crônicas e raras

Em ação pioneira, desde julho de 2023 Estado investe mais de 29 milhões na aquisição de fármacos para tratamento de enfermidades como fibrose idiopática pulmonar e osteoporose

No Cemac JB, Roney Pereiro movimenta caixa com alguns dos novos medicamentos para pessoas com doenças raras

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), desenvolve uma iniciativa pioneira em benefício de pessoas com doenças crônicas, raras e ultrarraras. A ação, efetivada pelo Centro Estadual de Medicação de Alto Custo Juarez Barbosa (Cemac JB), consiste no fornecimento e na administração de novos medicamentos para o tratamento de diferentes patologias, como fibrose pulmonar idiopática, edema macular diabético, osteoporose, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e degeneração macular relacionada à idade (DMRI).

Os medicamentos são disponibilizados por meio de protocolos definidos pela SES-GO e adquiridos com recursos do Tesouro Estadual. De 1º de julho de 2023 a 3 de janeiro deste ano, o Estado investiu R$ 29,4 milhões na aquisição desses novos medicamentos padronizados, fornecidos e aplicados em 5.723 pacientes. O diretor-geral do Cemac JB, Roney Pereira Pinto, informa que os protocolos foram idealizados e inscritos a partir da constatação de que ainda não havia, no Componente Especializado de Assistência Farmacêutica do Ministério da Saúde (MS), as novas tecnologias indicadas para tratamento das doenças crônicas, raras e ultrarraras.

De forma geral, os medicamentos adquiridos pelo MS são avaliados previamente pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec). A legislação, contudo, prevê que os estados também tenham comissões que avaliem tecnologias para definição de protocolos complementares. “Fizemos inicialmente um protocolo para tratamento de fibrose pulmonar idiopática, doença rara que causa o enrijecimento dos pulmões”, esclarece o diretor-geral. Ele acentua que Goiás é o único estado no país que financia medicamentos para o tratamento dessa enfermidade.

Economia
Roney Pereira Pinto destaca que a equipe do Cemac consegue minimizar os custos nas tratativas para aquisição do medicamento, gerando economia para o Estado. Além disso, os profissionais definiram um fluxograma que possibilita o atendimento de um número maior de pacientes pelo medicamento com a otimização das doses. Após o protocolo de fibrose pulmonar idiopática, o Cemac estruturou protocolos para outras patologias.

A iniciativa tem possibilitado mais saúde e melhor qualidade de vida para pessoas beneficiadas pelo uso dos novos medicamentos. O aposentado Marcelo Oliveira, de 56 anos, que faz tratamento para espondilite anquilosante, assinala que o uso rotineiro do medicamento mudou a sua vida. Ele vai ao Cemac uma vez ao mês para a aplicação da medicação. “Antes eu sentia muita dor na coluna, demorava muito tempo para conseguir me levantar. Hoje, as dores cessaram 100%”, sublinhou.

A aposentada Maria Gorete Dantas de Lima, de 56 anos, também diz que está muito satisfeita com a medicação para osteoporose que recebe mensalmente no Cemac. “A equipe é muito atenciosa e o local é bem organizado e limpo”, sublinhou.

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

Prefeitura de Caldas Novas espera receber 150 mil pessoas no Feriado de Tiradentes

Educação abre período de matrículas para 2024

No Banner to display