No Banner to display

terça-feira, 23 de abril de 2024

terça-feira, 23 de abril de 2024

No Banner to display

Governo de Goiás convoca mais 11 municípios para entrega de documentos do Aluguel Social

Famílias de Alto Paraíso, Inhumas, Mineiros, Morrinhos, Nova América, Novo Gama, Planaltina, Posse, São João D'Aliança, Uruaçu e Abadia de Goiás devem entregar documentação até 12 de abril

Benefício de R$ 350 é concedido por 18 meses para pagamento de aluguel

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab) e da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), convoca as famílias inscritas no programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social nos municípios de Alto Paraíso de Goiás, Inhumas, Mineiros, Morrinhos, Nova América, Novo Gama, Planaltina, Posse, São João D’Aliança, Uruaçu e Abadia de Goiás para a entrega de documentos que darão direito ao benefício. A documentação deve ser enviada digitalmente pelo site da Agência (goias.gov.br/agehab) até 12 de abril.

Candidatos que não têm acesso à internet podem solicitar auxílio nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou unidades Vapt Vupt de suas respectivas cidades. “Nós entendemos as dificuldades que este público tem com relação às tecnologias, principalmente os mais idosos. Por isso, providenciamos parcerias com as Secretarias de Assistência Social dos municípios e também com as unidades Vapt Vupt, nas cidades onde elas existem, para dar todo suporte. Ninguém vai ficar prejudicado”, afirma o presidente da Agehab, Alexandre Baldy.

O secretário da Infraestrutura, Pedro Sales, lembra que o Aluguel Social foi uma resposta imediata do Estado às famílias que não podiam aguardar pela construção de moradias. “O programa foi criado em 2021 para atender às famílias que passavam por dificuldades para manter a moradia durante a crise gerada pela pandemia de Covid-19. Hoje o programa foi estendido diante da sensibilidade do governador em continuar atendendo uma demanda ainda persistente”, frisa Sales.

Entre os critérios para receber o benefício estão o cadastro atualizado no CadÚnico federal, morar há pelo menos três anos no município e morar de aluguel. É preciso também atender a pelo menos um dos requisitos específicos listados no edital, entre eles superendividamento, moradia improvisada, idoso, deficiente e família só com pai ou só com mãe (monoparental). Também é requisito específico ser bolsista do Probem ou estudante da Universidade Estadual de Goiás (UEG), por exemplo. Somente um deles já dá direito ao benefício.

O Aluguel Social está em 85 cidades goianas. O recurso mensal de R$ 350 é concedido por 18 meses. Somente no caso de família com pessoa com deficiência ou no espectro autista é possível renovar o benefício. Depois que terminar o período de entrega de documentos, as famílias têm mais 30 dias para resolver pendências. Na sequência, é agendado o evento de entrega dos cartões.

Foto: Edgard Soares

Agência Goiana de Habitação | Secretaria da Infraestrutura – Governo de Goiás

Publicações em Alta

PIB de Goiás cresce 4,4% em 2023 e fica acima da média nacional

Goiás libera vacina para toda a população no ‘Dia D’ contra influenza

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos