No Banner to display

domingo, 19 de setembro de 2021

domingo, 19 de setembro de 2021

Governo de Goiás abre inscrições para projeto Contrapartida Cultural-FCO

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, abre, nesta quinta-feira, as inscrições para receber propostas para o projeto Contrapartida Cultural-FCO

As chamadas públicas simplificadas para o Contrapartida Cultural-FCO serão realizadas pela Secult Goiás a cada três meses

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), abre, nesta quinta-feira (12), as inscrições para receber propostas para o projeto Contrapartida Cultural-FCO, que integra o programa Retomada Cultural, lançado pelo governador Ronaldo Caiado no último dia 30 de julho.

Esses projetos passarão por curadoria do Conselho Estadual de Cultura e ficarão disponíveis no site da Secretaria da Indústria, Comércio e Serviço (SIC) para as empresas que pleiteiam as linhas de crédito do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). Para se inscrever, basta baixar o formulário no site da Secult Goiás (www.cultura.go.gov.br) e enviar para o e-mail [email protected]. O prazo se encerra em 12 de setembro.

As propostas habilitadas receberão, também por e-mail, o número da inscrição. Elas estarão disponíveis para formação de banco de dados de projetos culturais, que podem, ou não, receber apoio das empresas.  Aquelas que não forem habilitadas poderão entrar com recurso, em cinco dias úteis após a divulgação desta etapa, igualmente por e-mail.

Nova dinâmica

De acordo com o secretário de Estado de Cultura, César Moura, o projeto Contrapartida Cultural-FCO consiste em uma nova dinâmica de financiamento de ações culturais em que artistas, coletivos de artistas e produtores culturais se conectarão, de forma mais direta, com empresas que possam financiar a realização de seus projetos, gerando como resultado ações culturais para a população.

“Na prática, disponibilizaremos um ‘cardápio’ de projetos culturais para que as empresas que buscam as vantagens do FCO apoiem a realização dessas iniciativas, como forma de entregar cultura à sociedade de maneira mais rápida”, explica o titular.

As chamadas públicas simplificadas para o Contrapartida Cultural-FCO serão realizadas pela Secult Goiás a cada três meses, o que possibilitará a inclusão constante de novos projetos para as empresas interessadas. Dessa forma, as grandes e médias beneficiárias de empréstimos do FCO poderão financiar pelo menos um projeto cultural no escopo do projeto Contrapartida Cultural.

Contrapartida Social

Contrapartidas são uma espécie de “recompensa” ou garantia oferecida em troca de algo, como o apoio que é dado a um projeto cultural. As contrapartidas sociais são exigidas em inúmeros editais e leis de incentivo, além de serem muito bem vistas por possíveis empresas patrocinadoras.

Essas contrapartidas são voltadas para gerar um impacto positivo na sociedade, sendo que, em alguns projetos culturais, a própria realização já é a contrapartida social, como por exemplo, oferecer percentual de entrada gratuita em eventos artísticos a públicos com menor poder aquisitivo, ou tiragem sem custos de um produto cultural, como livros, para ser doado a instituições.

Em muitos outros, entretanto, a contrapartida precisa ser bem definida na etapa de projeto, pois quanto melhor elaborada, maior a chance de atrair empresas interessadas em apoiar a realização da iniciativa.

É preciso apresentar objetivos, orçamento e cronograma de execução, além de explicitar quais são as contrapartidas sociais, ou seja, o que a realização do projeto cultural oferecerá à sociedade.

Por fim, muitas empresas têm buscado a responsabilidade social corporativa (RSC) com a finalidade de transmitir uma imagem responsável ao seu público consumidor, sendo esta uma das justificativas que norteou a elaboração do projeto Contrapartida Cultural-FCO.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Caiado participa do lançamento da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, em Mara Rosa, no Norte goiano

Goiás atualiza orientações sobre vacinação contra Covid-19

Em Goiânia, Caiado inicia entrega de mais 250 mil cestas básicas a famílias em vulnerabilidade impactadas pela pandemia, e Goiás atinge marca de 1 milhão de donativos distribuídos

Caiado diz que consultas populares vão definir como Projeto Gênesis será implantado e destaca que prioridades são “desenvolvimento do Nordeste goiano e preservação do meio ambiente”