No Banner to display

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

GoiásFomento firma convênio com Prefeitura de Goiás e viabiliza operação do Banco Popular Solidário

Parceria possibilita à Agência de Fomento disponibilizar R$ 2 milhões para operações de crédito a serem realizadas no município

Assinatura de convênio entre a GoiásFomento e a Prefeitura de Goiás para a instalação do Banco Popular Solidário: parceria destina R$ 2 milhões para realização de operações de crédito no município

Estrutura de atendimento contará ainda com espaço para capacitação de empreendedores vilaboenses. Unidade deve ser inaugurada até o fim deste ano, e iniciativa pioneira pode ser replicada em outras localidades

O Governo de Goiás, por meio da GoiásFomento, assinou nesta sexta-feira (29/10) convênio com a Prefeitura da Cidade de Goiás que possibilitará a instalação do Banco Popular Solidário de Goiás, com a destinação de R$ 2 milhões para a realização de operações de crédito no município. A unidade deve ser inaugurada até o fim deste ano.

A solenidade aconteceu no Hotel Vila Boa, com a presença do presidente da Agência de Fomento, Rivael Aguiar, do prefeito Aderson Gouvea, de lideranças políticas e representantes de entidades de classe do município. “Esta é uma parceria histórica e pioneira no Estado. O governador Ronaldo Caiado determinou que a gente atendesse o município de Goiás, no sentido de promover uma solução para viabilizar o Banco Popular Solidário, usando a estrutura da GoiásFomento”, afirmou Rivael Aguiar.

O prefeito Aderson Gouvea agradeceu o governador e destacou a importância da parceria. Ele lembrou que a pandemia ainda está sendo vencida, e o município precisa fomentar o empreendedorismo para incrementar a circulação de recursos financeiros. “Com essa parceria com a GoiásFomento, nós vamos poder emprestar dinheiro para os pequenos empreendedores daqui, com juros baratos e bastante acessíveis”, disse.

Estrutura
Rivael Aguiar explicou que o modelo adotado propiciará que os empreendedores vilaboenses tenham à disposição uma estrutura municipal de concessão de crédito, com atendimento personalizado. Por meio do convênio, a Prefeitura da cidade de Goiás fez um aporte de R$ 500 mil para o Fundo de Equalização para o Empreendedor (Fundeq), o fundo de aval do Governo do Estado, que servirá para a oferta de garantias nas operações de crédito.

A prefeitura montará a estrutura de atendimento do Banco Popular Solidário de Goiás, que contará ainda com espaço para capacitação dos empreendedores. A GoiásFomento treinará os servidores municipais que serão responsáveis pela operacionalização do atendimento, ou seja, toda a orientação para tomada de crédito, checagem dos documentos, inserção das propostas no sistema da instituição financeira, além de consulta prévia aos órgãos de proteção do crédito. A aprovação do crédito, contudo, fica sujeita às normas da GoiásFomento.

Conforme Rivael Aguiar, o modelo adotado pela Prefeitura da cidade de Goiás é diferente do previsto no termo de adesão dos municípios em geral, no qual a prefeitura realiza apenas o atendimento aos tomadores de crédito locais. “Nesse caso, a prefeitura tem uma ação de maior autonomia, presta um atendimento mais personalizado e realiza a pré-análise desses tomadores do crédito”, afirmou.

Além disso, as operações contam com garantia 100% do Fundeq; e o município tem uma participação mais ativa na definição dos critérios de concessão e aprovação do financiamento, se vão ser mais flexíveis ou mais restritivos.

Recursos municipais
No caso da Prefeitura de Goiás, o órgão está colocando valor equivalente a 25% dos recursos que serão operados pela Agência de Fomento no município. A GoiásFomento garantirá até 100% individualmente de cada contrato, e será possível uma análise de crédito mais facilitada para o cliente vilaboense.

O presidente da GoiásFomento avaliou que o modelo adotado pela gestão municipal de Goiás é mais qualificado, porque a prefeitura tem uma participação maior na definição dos critérios da linha de crédito. Adiantou que este é o primeiro modelo desse tipo assinado com um município goiano, mas a GoiásFomento já está em negociação com outras prefeituras. “A ideia é replicar com outras prefeituras que estiverem interessadas nesse novo modelo”, destacou.

Foto: GoiásFomento

Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento) – Governo de Goiás

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Goiana disputa vaga para as Olimpíadas Internacionais de Química

Jogos Abertos classificam mais equipes para fase regional

Atividades presenciais na Alego foram retomadas nessa 2ª-feira, 2, das 7 às 19 horas, podendo atingir até 50% do efetivo

Saúde faz acolhimento de novos profissionais do Programa Mais Médicos