No Banner to display

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Goiás deve registrar 24,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/2021

De acordo com o 10º Levantamento da Safra de Grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quinta-feira, (08/07), é esperada a produção de quase 24,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/2021, em Goiás.

Girassol: estimativa é de 34,5 mil toneladas na safra 2020/2021, aumento de 4,9% em relação à safra anterior, e produtividade superior a 1,5 tonelada por hectare (Foto: Seapa-GO)

De acordo com o 10º Levantamento da Safra de Grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quinta-feira, (08/07), é esperada a produção de quase 24,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/2021, em Goiás. Caso se confirme a previsão, o Estado deve se manter como 4º maior produtor nacional de grãos e a expectativa é que 6,2 milhões de hectares sejam cultivados nessa safra, crescimento de 1,9% em relação à safra anterior.

Entre os destaques goianos estão sorgo e girassol, que ocupam a primeira posição no ranking nacional de produção. No caso do sorgo, a estimativa é de quase 1,2 milhão de toneladas do grão, aumento de 7,3% na produção, em relação à safra 2019/2020, e produtividade de 3,1 toneladas por hectare, crescimento de 6,5% em comparação à safra anterior. A previsão é de área plantada de 377,9 mil hectares, 0,8% maior que na safra anterior.

Já no girassol, a estimativa é de 34,5 mil toneladas na safra 2020/2021, aumento de 4,9% em relação à safra anterior, e produtividade superior a 1,5 tonelada por hectare. A área cultivada é prevista em 23,0 mil hectares, crescimento de 17,3% em comparação com a safra 2019/2020.

Nas culturas de soja e milho, a estimativa da Conab é de produção de 13,7 milhões e 9,0 milhões na safra 2020/2021, respectivamente. A área cultivada prevista de soja é de quase 3,7 milhões de hectares, aumento de 4,2% em relação à safra anterior, e produtividade de 3,7 toneladas por hectare. No milho total, a área cultivada deve ser de pouco mais de 1,8 milhão de hectares e produtividade de 4,9 toneladas por hectare. Na soja, Goiás deve se confirmar como 4º maior produtor nacional, enquanto no milho a estimativa é que o Estado seja o 3º maior produtor no País.

No caso do trigo, Goiás deve registrar crescimento de 53,9% na produção na atual safra, em comparação com a anterior. A estimativa é de 142,2 mil toneladas do grão e área cultivada de 55,0 mil toneladas, aumento de 138,0% em relação à safra 2019/2020.

De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, a produção de grãos na safra 2020/2021 tem mantido as mesmas perspectivas, apesar de oscilar em uma cultura ou outra. “Isso é normal, porque depende de fatores como clima, período de plantio etc. Nas últimas semanas, tivemos uma queda na temperatura e isso pode refletir de alguma forma em determinadas culturas. No caso do milho safrinha, por exemplo, a falta de chuva somado ao plantio fora da janela já está refletindo em quase 30% de queda em relação à safra passada”, explica.

LSPA/IBGE

Segundo os dados do Levantamento Sistemático de Produção Agrícola, também divulgado na última quinta-feira (08/07) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Goiás deverá registrar aumento na produção de culturas como laranja, uva, mandioca e banana, com 155,5 mil toneladas (12,4%), 1,6 mil toneladas (11,0%), 187,1 mil toneladas (10,9%) e 215,7 mil toneladas (5,0%), respectivamente.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

PM realiza 37 prisões em flagrante no Estado

Goiás Turismo leva destinos goianos à Abav Expo, apostando na retomada segura

GoiásFomento lidera número de operações com garantia do Fampe entre agências de fomento e bancos de desenvolvimento

Com público, Estádio Olímpico recebe Goiânia e Goiatuba