No Banner to display

domingo, 14 de agosto de 2022

domingo, 14 de agosto de 2022

No Banner to display

Goiás apresenta projeto habitacional premiado em videoconferência da Associação Brasileira de Cohabs

Projeto de Goiás esteve entre os 11 vencedores em diversas categorias. Destaque foi a parceria que a Agência Goiana de Habitação (Agehab) estabeleceu com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-GO)

Agehab apresenta projeto premiado com Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs em videoconferência com outros 10 Estados

Premiada com Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Púbicos de Habitação (ABC), edição 2020, a Agência Goiana de Habitação (Agehab) fez, nesta segunda-feira (21/06), apresentação pública de seu projeto, em videoconferência promovida pela entidade com os 11 vencedores, nas mais diversas categorias. Participaram do evento, entre outros, o presidente da Agehab, Lucas Fernandes, e a gerente de Projetos e Análise Técnica, Fabiana Perini_

O Governo de Goiás conquistou o prêmio pela parceria público-privada firmada pela Agência Goiana de Habitação (Agehab) com o Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo (CAU-GO), que resultou no concurso nacional para eleger o melhor projeto arquitetônico de habitação de interesse social a ser implantado em áreas remanescentes da Agência no Conjunto Vera Cruz. A parceria contemplou soluções inovadoras e apropriadas à realidade social das comunidades goianas.

Os vencedores foram anunciados no ano passado, durante o 67º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, mas a apresentação dos premiados está acontecendo somente agora por causa dos transtornos acarretados pela pandemia. Foram premiados 11 projetos e ações habitacionais em um universo de 16 concorrentes finalistas. Goiás conquistou o prêmio na categoria parceria órgãos públicos e iniciativa privada. As apresentações dos projetos foram iniciadas no dia 15 último e concluídas nesta segunda-feira, com as companhias de Goiás, Minas Gerais e São Bernardo (SP).

O presidente da Agehab, Lucas Fernandes, ressalta o empenho da equipe na busca de soluções sustentáveis e adequadas à qualidade habitacional nos projetos de moradia de interesse social executados pelo Governo de Goiás. “Importante conquistar um prêmio dessa dimensão e reconhecimento. Mas o melhor é poder compartilhar a experiência com outros Estados e consolidar parcerias como a firmada com o CAU. Goiás está inovando em suas políticas habitacionais para diminuir as desigualdades regionais, porque esse é um compromisso do governador Ronaldo Caiado”, salientou.

Lucas Fernandes também anunciou que, em breve, será realizado um novo concurso de projeto, em parceria com o CAU-GO, para moradia quilombola, uma das prioridades da administração Ronaldo Caiado na promoção de melhorias habitacionais para as comunidades tradicionais.

Legenda
Agehab apresenta projeto premiado com Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs em videoconferência com outros 10 Estados

Agência Goiana de Habitação (Agehab) – Governo de Goiás

Projeto de Goiás esteve entre os 11 vencedores em diversas categorias. Destaque foi a parceria que a Agência Goiana de Habitação (Agehab) estabeleceu com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-GO)

Premiada com Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Púbicos de Habitação (ABC), edição 2020, a Agência Goiana de Habitação (Agehab) fez, nesta segunda-feira (21/06), apresentação pública de seu projeto, em videoconferência promovida pela entidade com os 11 vencedores, nas mais diversas categorias. Participaram do evento, entre outros, o presidente da Agehab, Lucas Fernandes, e a gerente de Projetos e Análise Técnica, Fabiana Perini_

O Governo de Goiás conquistou o prêmio pela parceria público-privada firmada pela Agência Goiana de Habitação (Agehab) com o Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo (CAU-GO), que resultou no concurso nacional para eleger o melhor projeto arquitetônico de habitação de interesse social a ser implantado em áreas remanescentes da Agência no Conjunto Vera Cruz. A parceria contemplou soluções inovadoras e apropriadas à realidade social das comunidades goianas.

Os vencedores foram anunciados no ano passado, durante o 67º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, mas a apresentação dos premiados está acontecendo somente agora por causa dos transtornos acarretados pela pandemia. Foram premiados 11 projetos e ações habitacionais em um universo de 16 concorrentes finalistas. Goiás conquistou o prêmio na categoria parceria órgãos públicos e iniciativa privada. As apresentações dos projetos foram iniciadas no dia 15 último e concluídas nesta segunda-feira, com as companhias de Goiás, Minas Gerais e São Bernardo (SP).

O presidente da Agehab, Lucas Fernandes, ressalta o empenho da equipe na busca de soluções sustentáveis e adequadas à qualidade habitacional nos projetos de moradia de interesse social executados pelo Governo de Goiás. “Importante conquistar um prêmio dessa dimensão e reconhecimento. Mas o melhor é poder compartilhar a experiência com outros Estados e consolidar parcerias como a firmada com o CAU. Goiás está inovando em suas políticas habitacionais para diminuir as desigualdades regionais, porque esse é um compromisso do governador Ronaldo Caiado”, salientou.

Lucas Fernandes também anunciou que, em breve, será realizado um novo concurso de projeto, em parceria com o CAU-GO, para moradia quilombola, uma das prioridades da administração Ronaldo Caiado na promoção de melhorias habitacionais para as comunidades tradicionais.

 

Agência Goiana de Habitação (Agehab) – Governo de Goiás

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Publicações em Alta

Em Porangatu, Caiado anuncia ampliação do Projeto da Cerveja de Mandioca e pequenos agricultores do município podem vender produção para Ambev

Operação Fogo Amigo: Economia estima desvio de R$ 2 milhões em ICMS

Caiado anuncia que GO-118, em Alto Paraíso, deve ser liberada parcialmente até sexta-feira (07/01)

Em três anos, Governo de Goiás reduz em 94% o número de foragidos no sistema penitenciário