No Banner to display

terça-feira, 23 de abril de 2024

terça-feira, 23 de abril de 2024

No Banner to display

Estudante de 19 anos aprovada em medicina morre após acidente de carro em avenida

Julia Ferreira Demétrio, de 19 anos, era filha de um bombeiro militar. A Jovem voltava de uma festa com conhecidos quando o acidente aconteceu.

Julia Ferreira Demétrio, de 19 anos, morreu após um acidente de carro, em Catalão, Goiás — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma estudante morreu na manhã deste sábado (16) após um acidente de carro em uma avenida de Catalão, na região sudeste de Goiás. Julia Ferreira Demétrio, de 19 anos, era filha de um bombeiro militar e, segundo a família, foi aprovada em medicina no início deste ano.

“O sonho dela era ser médica, estava super feliz pela aprovação. Era a melhor pessoa que eu já vi”, disse a irmã da vítima.

O acidente aconteceu por volta das 5h deste sábado na Avenida Espírito Santo, no Loteamento Paqueta. Ao g1, a irmã de Julia, Beatriz Demétrio, contou que a estudante estava voltando de uma festa com 4 pessoas no carro de conhecidos quando o acidente aconteceu.

O Portal g1 questionou a Polícia Militar (PM) e Polícia Civil (PC) sobre como o acidente aconteceu, porém, ambas disseram não ter detalhes do ocorrido. Por envolver a filha de um bombeiro militar, o Corpo de Bombeiros afirma que não vai se manifestar em respeito à família.

Segundo a Polícia Civil (PC), Julia foi levada para um hospital, mas morreu na unidade. Além disso, afirma que o motorista disse que vai se apresentar na delegacia, o que não ocorreu até a última atulização desta matéria. Uma das pessoas que estavam no carro foi ouvida.

“O motorista foi ‘ajudado’ por amigos e fugiu do local. Precisamos descobrir quem são esses amigos, são cúmplices desse irresponsável”, desabafou Beatriz.

A irmã da vítima conta que a estudante foi aprovada em medicina na Universidade Paulista (Unip), em Campinas, São Paulo. Nas redes sociais, Julia compartilhava diversos momentos com a família e amigos, sempre com um sorriso no rosto e esbanjando alegria.

“Sempre foi uma pessoa caridosa, adorava ajudar todo mundo, seria uma profissional excelente. Ela era muito querida, Sempre tinha uma palavra de consolo para quem precisava, se preocupava muito com a família e tinha o maior coração desse mundo”, finaliza.

Fonte: G1 Goiás

Publicações em Alta

PIB de Goiás cresce 4,4% em 2023 e fica acima da média nacional

Goiás libera vacina para toda a população no ‘Dia D’ contra influenza

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos