sexta-feira, 12 de abril de 2024

sexta-feira, 12 de abril de 2024

Empresário mata a ex-mulher e em seguida se mata

A massagista Dalvanira foi morta com disparo de arma de fogo enquanto dormia, o marido teria avisado à cunhada que ia cometer o crime

Foto: Reprodução

Dalvanira Alves Fuga, 44 anos, foi morta na madrugada de sábado, 27, em Rio Verde, pelo ex-marido Oswaldo Fuga Filho, 55, enquanto ela dormia. Segundo a Polícia Militar (PMGO), ele matou a mulher com disparos de arma de fogo e se matou em seguida.

De acordo com a PM, o empresário teria enviado uma mensagem para a cunhada, irmã de Dalvanira, e avisado que iria cometer o crime. Como a mulher não mora na cidade, ela procurou por familiares na região para que eles fossem a residência da irmã. Quando os parentes chegaram na casa, o casal já estava sem vida.

Conforme relatos dos familiares à polícia, Dalvanira e o marido estavam juntos há vinte anos, com altos e baixos, mas o marido tinha acesso a casa da vítima. Desta forma, aguardou que ela dormisse para entrar na residência e cometer o crime.

Informaram também, que o casal não constumava brigar, por esse motivo não descofiaram que Oswaldo pudesse matar a mulher.

O feminicídio seguido de suícidio está sendo investigado pela Polícia Civil (PCGO).

Fonte: Diário da Manhã

Publicações em Alta

PIB de Goiás cresce 4,4% em 2023 e fica acima da média nacional

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Goiás libera vacina para toda a população no ‘Dia D’ contra influenza

Prefeitura e Câmara entregam mais de 13 mil kits escolares e pedagógicos para a Educação Municipal