No Banner to display

domingo, 25 de julho de 2021

domingo, 25 de julho de 2021

Emater e ABCZ capacitam técnicos para Programa Pró-Genética

A capacitação, encerrada na última quinta-feira (01), foi realizada para técnicos especializados em pecuária de todas as 12 Unidades Regionais da Emater.

O Pró-Genética tem sido executado desde 2014, promovendo o aprimoramento do rebanho bovino do Estado e o consequente fortalecimento das cadeias produtivas da carne bovina e do leite (Foto: Emater)

Profissionais da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) receberam ao longo desta semana um treinamento para atuarem pelo Pró-Genética, programa de melhoria da qualidade genética do rebanho bovino brasileiro, criado pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ). A capacitação, encerrada na última quinta-feira (01), foi realizada para técnicos especializados em pecuária de todas as 12 Unidades Regionais da Emater.

Segundo a assessora técnica da Diretoria de Assistência Técnica da instituição, Ana Kássia de Oliveira, o objetivo é habilitar os servidores para que possam levar informações sobre o Pró-Genética aos pecuaristas do Estado e mostrá-los os benefícios dos touros puros de origem. Conhecido como boi PO, o animal é um dos mais valorizados no mercado do agronegócio, garantindo retorno rápido e lucratividade para a propriedade.

Em Goiás, o Pró-Genética tem sido executado desde 2014, promovendo o aprimoramento do rebanho bovino do Estado e o consequente fortalecimento das cadeias produtivas da carne bovina e do leite. A Emater e a ABCZ são parceiras nesse empreendimento, com a realização de feiras e leilões em diversos municípios. Até 2019, foram comercializados 238 touros PO, das raças Nelore, Nelore Mocha,Tabapuã e outras.

“Para o nosso público, o mais interessante são aqueles que têm dupla aptidão, ou seja, aptidão para corte mas também com um grande potencial de melhoria racial para a parte do leite, haja vista que a maioria dos nossos clientes tem entre suas atividades a bovinocultura leiteira”, explica o diretor de Assistência Técnica da Emater, Antelmo Teixeira.

O propósito, ainda segundo o diretor, é colocar o pequeno pecuarista em contato com o produtor da genética melhoradora. Assim, é possível que pecuaristas enquadrados como agricultores familiares tenham acesso a produtos de alta qualidade, melhorando a produtividade da atividade leiteira em suas propriedades. Além disso, existe a alternativa de comercialização da bezerrada, que com os animais puros de origem ganha maior valorização mercadológica.

Treinamento

A capacitação foi executada em quatro dias por meio da plataforma virtual Zoom. Cada encontro on-line teve diferentes eixos temáticos para uma abordagem completa sobre o Pró-Genética, do histórico do programa aos aspectos técnicos de compra de touros utilizando Crédito Rural. Também foram discutidas as projeções e impactos do projeto na bovinocultura leiteira e na pecuária de corte, o papel do extensionista junto ao programa, casos de sucesso, características das raças zebuínas e como escolher os touros adequados conforme as demandas do produtor rural beneficiado.

Participaram como instrutores o gerente de Melhoramento Genético do Pró-Genética, Lauro Almeida; a assessora técnica da Emater, Ana Kássia de Oliveira; o engenheiro agrônomo e coordenador técnica da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), Gustavo Laterza; a zootecnista e responsável técnica do Escritório Regional da ABCZ, Vanessa Barbosa; e a supervisora de Crédito Rural da Emater, Maria de Fátima de Souza. O diretor Antelmo Teixeira participou como moderador do treinamento, que contou com a coordenação da equipe de Diretoria de Assistência Técnica e Extensão Rural da Emater.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Na cidade de Goiás, Caiado entrega revitalização do Palácio da Instrução e destaca resgate histórico

Governador Ronaldo Caiado inaugura nova sede da Emater, em Goiânia

Governo segue pagando diferenças salariais da Educação devidas desde os anos 1990

Na cidade de Goiás, Caiado faz vistorias e participa de evento da Educação sobre volta às aulas