No Banner to display

domingo, 17 de outubro de 2021

domingo, 17 de outubro de 2021

Em Goiânia, Caiado inicia entrega de mais 250 mil cestas básicas a famílias em vulnerabilidade impactadas pela pandemia, e Goiás atinge marca de 1 milhão de donativos distribuídos

Governador cita esforços tendo em vista “cuidar das pessoas” e destaca que busca alternativas para incluir famílias no sistema produtivo

O governador Ronaldo Caiado, durante início da entrega de 250 mil cestas básicas a famílias afetadas pela pandemia de Covid-19: “Tem sido uma preocupação do nosso governo cuidar das pessoas mais vulneráveis e buscar alternativas para incluir as famílias no sistema produtivo, para que amanhã elas possam ser autossuficientes, gerar renda e ser capazes de se sustentar”

O governador Ronaldo Caiado começou, nesta sexta-feira (17/09), na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Goiânia, a entrega de mais 250 mil cestas básicas no Estado, com o apoio das prefeituras. As cestas foram adquiridas pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) e serão distribuídas pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), em parceria com Emater, Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Os donativos beneficiam famílias em situação de vulnerabilidade impactadas pela pandemia. Evento contou com presença do presidente da Conab, Guilherme Ribeiro. Segundo ele, “este é o “momento de ajudar uns aos outros”.

Com a quarta etapa de entrega, Goiás destina mais de 1 milhão de cestas, desde o início a pandemia de Covid-19, a todos os 246 municípios, além de assentamentos rurais, acampamentos e comunidades quilombolas. Este é o maior número de donativos adquiridos com recursos próprios por um Estado brasileiro neste período.

“Tem sido uma preocupação do nosso governo cuidar das pessoas mais vulneráveis e buscar alternativas para incluir as famílias no sistema produtivo, para que amanhã elas possam ser autossuficientes, gerar renda e ser capazes de se sustentar. Peço que os municípios distribuam a cesta básica para levar alegria à mesa das pessoas”, afirmou o governador.

O Governo de Goiás já investiu, desde março de 2020, aproximadamente R$ 90 milhões na segurança alimentar das famílias goianas. Desses, mais de R$ 70 milhões foram para a compra das cestas básicas, sendo que R$ 28 milhões foram repassados diretamente aos municípios para investimento em assistência social, com utilização em despesas emergenciais geradas pela pandemia, o que inclui aquisição de cestas básicas e ações de proteção social. “Todos os municípios receberam aquilo que é fundamental: apoio à assistência social”, reforçou Ronaldo Caiado.

“Temos que trazer segurança alimentar e nutricional. Essas cestas são 100% do governo do Estado, mas estamos em parceria promovendo o armazenamento e toda a isenção de manutenção”, pontuou o presidente da Conab, Guilherme Ribeiro.

“É um momento de superação que começou no primeiro ano de governo. É uma ação emergencial para levar comida às famílias imediatamente, mas temos todo um leque de programas sociais implantados. Esses programas vão levar justiça social ao nosso Estado”, destacou o secretário de Desenvolvimento Social de Goiás, Wellington Matos.

A diretora-geral da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Melo Caiado, ressaltou que a entidade é parceira do Governo de Goiás na aquisição, arrecadação e distribuição das cestas básicas. “A gente tem uma gama de ações, cada dia mais fortalecida, junto com outras Secretarias e o Gabinete de Políticas Sociais (GPS). Recebemos muitas pessoas que precisam de doação, então pedimos que quem puder continue ajudando”, pediu Adryana Caiado.

Representante do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, o secretário municipal de Desenvolvimento Humano e Social, José Antônio da Silva Netto, pontuou que o trabalho de assistência social deve ser feito “junto às pessoas e sem distinção”. “Este é um governo que cuida das pessoas. Expressamos nossa gratidão, reconhecimento e parceria em cuidar de quem mais precisa”, disse.

Investimento bilionário
O Governo de Goiás realiza investimentos da ordem de R$ 1,1 bilhão em programas sociais nos 246 municípios do Estado. Entre projetos e entregas realizados, já foram mais de R$ 364 milhões, que ganham reforço de R$ 830 milhões para novas iniciativas, como reforma e construção de casas sem custo ou parcela de financiamento para os moradores.

Além das mais de 1 milhão de cestas, o trabalho garante segurança alimentar para 530 mil estudantes, 100 mil famílias contempladas pelo programa Mães de Goiás, distribuição de 130 mil cobertores, 10 mil bolsas concedidas pelo Universitário do Bem (ProBem) e 5 mil vagas para o Aprendiz do Futuro.

Ainda foram disponibilizados R$ 20 milhões pelo Crédito Social, programa que promove a inclusão social de famílias em vulnerabilidade, por meio de mecanismos de suporte financeiro e profissionalizante, voltados ao empreendedorismo. A ação faz parte do Goiás Social.

Também foram doados à Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus 700 mil frascos de álcool 70% e mais de um 1,6 milhão (1.635.658 unidades) de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como máscaras de tecido ou descartável, capotes, aventais, luvas, macacões, protetores faciais, óculos de proteção, propés, toucas e visores de proteção.

Durante o evento desta sexta-feira, o presidente da Federação Goiana dos Municípios (FGM), Haroldo Naves, evidenciou a gestão municipalista de Ronaldo Caiado. “Nós, prefeitos, queremos agradecer essa parceria republicana do governo, que leva aos 246 municípios do Estado de Goiás, sem olhar partido”, disse.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), deputado federal José Mário Schreiner, enfatizou que o auxílio às famílias vulneráveis precisa ser urgente. “A fome não espera para amanhã. Não adianta falar para ter calma porque precisa resolver hoje. Essa parceria é muito válida e isso tem chegado a todos os cantos do interior de Goiás”, disse.

Da mesma forma, o deputado estadual Maycllyn Carreiro manifestou apoio da Assembleia Legislativa de Goiás no que tange às ações sociais no Estado. “É um momento ímpar esta nova etapa de ação do governo, que é sensível principalmente às pessoas que mais precisam”, comentou.

De acordo com a primeira-dama de Diorama, Viviane de Deus, as 150 cestas básicas destinadas ao município vão beneficiar famílias “que vivem na cidade, comunidade rural e assentamentos. Ficamos muito feliz com a entrega porque sabemos que, infelizmente, a pandemia afetou muitas famílias. E essa cesta, às vezes, é a única opção naquele momento”, declarou.

Participaram do evento a superintendente regional da Conab, Queli Silvério Fernandes; os secretários de Estado Tiago Mendonça (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Tony Carlo (Comunicação); os presidentes Pedro Leonardo (Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária – Emater) e Marcos Roberto (Departamento Estadual de Trânsito de Goiás – Detran/GO); o chefe de gabinete do governador, Alex Godinho; os assessores especiais da governadoria Paulo Magalhães e José de Sousa Cunha; os prefeitos Zé Diniz (Abadiânia); Marcus Adilson Rinco (Alto Paraíso), André Chaves (Buriti Alegre), Juliana da Farmácia (Cristianópolis), Genilva Rodrigues (Doverlândia), Ricardo Goulart (Itarumã), Paraíba da Farmácia (Nova Crixás); Carlos Alberto Lereia (Minaçu), Marco Rogério – Chicão (Piranhas), Cleuton de Moura (São Francisco de Goiás), Siron Queiroz dos Santos (Turvelândia) e o coordenador da entrega das cestas básicas do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Anderson Gonçalves de Siqueira Moura.

Fotos: Wesley Costa

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Expresso Balcão capacita servidores de 12 municípios

Polícia Penal registra aumento de apreensões de K4, conhecida como supermaconha

Caiado anuncia isenção da contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas com salário de até R$ 3 mil e redução da cobrança para os que recebem acima desse valor

Operação integrada apreende 200 kg de cloridrato de cocaína