domingo, 26 de junho de 2022

domingo, 26 de junho de 2022

Em Ceres, Governo de Goiás entrega cartão alimentação a alunos da rede estadual

O Governo de Goiás entregou, nesta quinta-feira (10/6), o cartão alimentação para os estudantes da rede pública estadual que moram nas cidades de Ceres e Rialma.

Alunos da rede pública estadual que moram em Ceres e Rialma receberam cartão alimentação nesta quinta (9). Mais de 2.700 estudantes dos municípios estão sendo beneficiados (Foto: Seduc)

O Governo de Goiás entregou, nesta quinta-feira (10/6), o cartão alimentação para os estudantes da rede pública estadual que moram nas cidades de Ceres e Rialma. No evento, também foram entregues kits de material escolar e conjuntos de uniforme, compostos por duas camisetas, duas calças e um tênis.

Ao todo, mais de 2.700 alunos dos municípios vão receber o cartão alimentação nos próximos dias, nas unidades em que estão matriculados. Cada cartão possui o crédito de R$ 30 por aluno para a compra de itens alimentícios e irá substituir os kits de alimentação, que estavam sendo entregues mensalmente pelas escolas estaduais desde o segundo semestre do ano passado. Os conjuntos de uniforme e kits de material escolar serão entregues no retorno às aulas presenciais, previsto para agosto deste ano.

Investimentos na Educação de Ceres e Rialma

Para custear os uniformes, pares de tênis, materiais escolares e o cartão alimentação dos estudantes da rede estadual de Ceres e Rialma, o Governo de Goiás investiu, aproximadamente, R$ 510 mil. Outros R$ 2,5 milhões foram repassados às escolas estaduais dos municípios, desde o final do ano passado, para obras, reformas e compra de equipamentos.

Os benefícios entregues aos alunos e a verba repassada pelo Estado às escolas foram elogiados pela coordenadora regional de Educação de Ceres, Ivânia Maria: “Nunca tivemos um governador que se comprometesse tanto com a Educação”, afirmou a coordenadora.

O promotor de Justiça Marcos Rios também ressaltou o avanço nos investimentos para a Educação: “No meu tempo, muitos alunos iam para a escola descalços. Quem tinha condições, tinha caderno e lápis. Quem não tinha, ficava sem. E hoje, vemos aqui material de primeira qualidade e uniformes entregues aos alunos”, parabenizou o representante do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) no evento.

Dirigindo-se aos pais dos alunos, o superintendente de Segurança Escolar e Colégios Militares da Seduc, coronel Mauro Vilela, prometeu: “Quando as aulas presenciais voltarem, vocês vão ter muitas surpresas. Vão ver as escolas limpas, reformadas e equipadas e os estudantes uniformizados e de tênis”.

Cartão alimentação

O objetivo do cartão alimentação é dar mais autonomia às famílias na aquisição dos alimentos. Todos os alunos da rede pública estadual de ensino em Goiás serão contemplados. Os cartões começaram a ser distribuídos pelo Estado no final de maio e já foram entregues em Aparecida de Goiânia, Minaçu, Itapuranga, Alto Pararaíso, Campos Belos, Águas Lindas e outros municípios.

Cadastrado no CPF do responsável, o cartão já está com o crédito de R$30,00 para cada filho ou tutelado matriculado na rede estadual de ensino. Ou seja, se um pai possui dois filhos matriculados em escola estadual, ele receberá o crédito de R$60,00. Cada unidade escolar deverá entrar em contato com os pais e/ou responsáveis para informar a data e o horário da retirada dos cartões em sua unidade.

O cartão pode ser utilizado em qualquer mercado ou estabelecimento credenciado à bandeira Alelo, exclusivamente para compra de gêneros alimentícios. Não há prazo para utilização do crédito: ele pode ser acumulado ao longo dos meses sem nenhum prejuízo ao estudante.

Atualização de cadastro para recebimento

Os alunos que não atualizaram seus cadastros junto à escola nos últimos dias devem fazê-lo imediatamente. Sem o cadastro atualizado, com CPF do responsável e data de nascimento do estudante, não é possível confeccionar o cartão alimentação.

“Alguns alunos não receberão o cartão agora porque o cadastro não foi atualizado. As escolas vêm entrando em contato com os estudantes, nas últimas semanas, para atualizarem o cadastro, mas nem todos deram as informações”, explicou a gerente de Alimentação Escolar da Seduc, Terezilda Melo.

Cartão Alimentação X Merenda Escolar

O programa Cartão Alimentação visa a melhorar as refeições dos alunos durante o período de aulas remotas, no qual foi interrompido o serviço de Merenda Escolar nas escolas.

Para financiamento da Merenda Escolar no regime de aulas presenciais, a União repassava R$ 0,36 por aluno, por dia letivo, em escolas regulares. Esse recurso era complementado pelo Estado de Goiás com R$ 0,17, o que totalizava R$ 0,56 por dia e R$ 10,60 por mês. O valor que está sendo destinado ao cartão alimentação, portanto, é três vezes maior.

O cartão alimentação conta com investimentos de R$ 48 milhões do Tesouro Estadual, para atender a todos os 530 mil estudantes da rede estadual nos meses de maio, junho e julho, referentes a abril, maio e junho deste ano.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Publicações em Alta

HGG encerra 1º semestre com 13 projetos de pesquisa iniciados e 21 concluídos

Pablo Marçal e Marcos Paulo lançam empreendimento imobiliário milionário em Caldas Novas

Bolsonaro confirma cessão de área para construção do Hospital do Câncer de Goiás

Decreto formaliza o novo Coíndice