No Banner to display

sábado, 4 de dezembro de 2021

sábado, 4 de dezembro de 2021

Caiado lança Programa NutreBem para ampliar segurança alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade social no Estado

Ação será responsável por distribuição do Mix do Bem, alimento nutritivo com arroz, proteína de soja, cenoura, tomate, alho e cebola.

O governador Ronaldo Caiado durante o lançamento do programa NutreBem, que distribuirá alimento nutritivo, legumes embalados a vácuo e frutas desidratadas a famílias em situação de insegurança alimentar: “Estamos garantindo o padrão nutricional, com a reposição de minerais, de nutrientes necessários para manter a pessoa alimentada durante o seu dia”

O governador Ronaldo Caiado lançou, nesta terça-feira (26/10), em solenidade no Banco de Alimentos da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), em Goiânia, o Programa NutreBem. A iniciativa será responsável pela distribuição do Mix do Bem, um alimento nutritivo que contribuirá para ampliar a segurança alimentar das famílias em situação de vulnerabilidade social no Estado. O produto inclui arroz, proteína de soja, cenoura, tomate, alho e cebola desidratados e não contém gorduras trans, gorduras saturadas ou lactose. O alimento é de preparo rápido e rende até 10 porções nutricionais.

“Estamos garantindo o padrão nutricional, com a reposição de minerais, de nutrientes necessários para manter a pessoa alimentada durante o seu dia”, declarou Caiado. Segundo ele, o programa representa um ponto de superação ao congregar conhecimento científico e gestão pública com eficiência para levar benefícios ao cidadão em vulnerabilidade. “As transformações maiores podem acontecer desde que estejamos imbuídos de um mesmo sentimento, seja a competência, a boa gestão, a pesquisa, a ciência e também a honestidade de princípios”, avaliou.

Além dessa refeição, o NutreBem distribuirá legumes embalados a vácuo e frutas desidratadas para reforçar as doações feitas às famílias mais vulneráveis. Os itens possuem características que possibilitam a chegada às comunidades mais afastadas, já que frutas e verduras in natura são mais perecíveis, o que inviabiliza o transporte para longas distâncias. O governador fez, ainda, o compromisso de levar outras melhorias para o setor, com previsão de destinação de veículos para qualificar a logística de distribuição de alimentos.

Ao possibilitar que o alimento atenda famílias carentes de Norte a Sul do estado, Caiado acredita que a proposta converge com seu maior lema de governo. “O cargo público não nos credencia a outra coisa que não seja servir ao cidadão”, defendeu. “Estamos fazendo com que as pessoas sintam aquilo que se fala que é tão distante: a cidadania. Governar o Estado não é voltar os olhos para as regiões que já têm um potencial próprio para o desenvolvimento”, detalhou.

Os testes para o processamento foram feitos com o apoio técnico de nutricionistas, engenheiros de alimentos e professores da Universidade Federal de Goiás (UFG). O reitor da instituição, Edward Madureira, que está em seu terceiro mandato, classificou Caiado como o “parceiro que acreditou” na universidade em função dos inúmeros projetos já estabelecidos. “Sempre tive um sonho de ver a universidade absolutamente integrada ao desenvolvimento do nosso estado”, pontuou. “Essa é a missão maior da universidade: formar pessoas e produzir conhecimento”, afirmou. Segundo ele, projetos como este somente são possíveis “com decisão política e determinação”.

A diretora-geral da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Melo Caiado, acredita que o conjunto de iniciativas vai contribuir “de forma efetiva” para diminuir a fome em Goiás por garantir que os alimentos cheguem a todos os quadrantes do Estado. “A OVG acredita que as pessoas são responsáveis pela construção do mundo à sua volta e que garantir a segurança alimentar e nutricional da população é combater causas estruturais da pobreza, auxiliando assim no desenvolvimento da sociedade”, ressaltou, ao mencionar que o Estado deve chegar em breve a 1 milhão de cestas básicas distribuídas.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, a ação do estado para as famílias que mais precisam é reflexo da sensibilidade de Caiado e da primeira-dama Gracinha Caiado para com a área social. “Isso não tem preço. O que nós estamos vivendo hoje é algo que vai ficar na história: um governo que olha pelas pessoas que mais precisam”, destacou.

O deputado estadual Maycllyn Carreiro avalia que a prioridade desta gestão tem sido “zelar e cuidar de cada cidadão goiano”. Segundo ele, “na entrega do Mix do Bem, na distribuição de todas as cestas básicas, vem a certeza que temos um governo sensível e que trabalha com seriedade para que possamos avançar no caminho certo”.

O vereador por Goiânia Sargento Novandir relatou que possui vínculo de longa data com as Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa/GO) e acredita que, hoje, a medida lançada vai garantir mais eficiência para que o benefício chegue ao público adequado. “Durante muito tempo os alimentos foram entregues a pessoas que não tinham necessidade. Hoje quem realmente recebe são as que não tem alimento em sua mesa”, celebrou.

O presidente da União de Atacadistas e Produtores de Hortifrutigranjeiros do Estado de Goiás (Uniap), Orlando Tokio Kumagai, prestou uma homenagem ao governador Ronaldo Caiado. “Emblemático, ele está entre as pessoas mais respeitadas pela honestidade no Brasil”, enalteceu ao entregar uma cesta com alimentos, a qual, segundo ele, será simbolicamente multiplicada para atender a toda população goiana.

Banco de Alimentos
A OVG assumiu o Banco de Alimentos em julho de 2019, com trabalho que abrangia 100 famílias. Desde então, com o apoio do Governo de Goiás, realizou melhorias na estrutura e na forma de coleta e distribuição. Hoje, são mais de 1.000 famílias beneficiadas por mês, e um total de mais de 3 mil toneladas de frutas, verduras e legumes distribuídos, que beneficiaram cerca de 45 mil pessoas.

Além disso, como auxílio na luta contra a fome, o Banco de Alimentos já promoveu, em todo o Estado, ações de educação alimentar e nutricional em cerca de 724 entidades sociais que cuidam de crianças, grávidas, idosos e pessoas em tratamento de saúde, bem como também a 620 famílias em situação de vulnerabilidade social.

O Banco de Alimentos tem o apoio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). As frutas, verduras e legumes são doados por produtores e permissionários das Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa/GO). A equipe do programa seleciona e higieniza os alimentos, monta cestas e distribui para famílias vulneráveis e entidades sociais da região Metropolitana de Goiânia e municípios próximos.

Estiveram presentes também à solenidade de lançamento do programa NutreBem o secretário de Estado de Comunicação, Tony Carlo; a secretária de Estado de Educação, Fátima Gavioli; o presidente da Ceasa Goiás, Lineu Olímpio de Souza; o presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater Goiás), Pedro Leonardo; o secretário de Desenvolvimento Humano e Social de Goiânia, José Antônio da Silva Netto, representando o prefeito Rogério Cruz; o superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Goiás (Sebrae Goiás), Antônio Carlos de Souza Lima Neto; o assessor especial da Governadoria, Paulo Magalhães; o diretor da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), José Alves Queiroz; o representante da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), Luiz Antônio Carvalho; a gerente do Banco de Alimentos da OVG, Marília Araújo; o representante do deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Bruno Peixoto, Cairo Myron; o representante do deputado federal Zacharias Calil, Alceu Ribeiro; o comandante do 9° Batalhão da Polícia Militar (9° BPM), tenente-coronel Daniel Vinícius Toledo, além de demais colaboradores e parceiros do Banco de Alimentos da OVG, lideranças classistas e pessoas convidadas.

Fotos: Wesley Costa

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Jogos Abertos classificam mais equipes para fase regional

Caldas Novas realiza primeira etapa dos Jogos Abertos de Goiás 2021

Observatório de Segurança: 118 municípios goianos não registraram homicídios no 1º semestre

Goiás tem 21.794 mortos e 780.360 infectados