No Banner to display

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Caiado diz que consultas populares vão definir como Projeto Gênesis será implantado e destaca que prioridades são “desenvolvimento do Nordeste goiano e preservação do meio ambiente”

Governador reforça que sociedade será ouvida para estabelecer ações que serão realizadas pelo programa que visa melhorar a qualidade de vida dos moradores e combater as desigualdades regionais.

O governador Ronaldo Caiado durante entrevista em que abordou a dimensão do Projeto Gênesis, ação que busca estimular economia, preservar meio ambiente e combater as desigualdades no Nordeste goiano: “O estudo é para que haja uma infraestrutura turística e quem vai decidir é a população que lá vive”

O governador Ronaldo Caiado afirmou, nesta sexta-feira (17/09), que serão realizadas consultas populares nos 20 municípios que receberão investimentos do Projeto Gênesis, iniciativa do Governo de Goiás que visa beneficiar 200 mil habitantes do Nordeste goiano com ações voltadas para turismo, inovação e conhecimento. “As prioridades são o desenvolvimento da região e a preservação do meio ambiente. Vamos discutir com a sociedade como o programa vai ser realizado”, disse.

O esclarecimento foi apresentado durante o início da entrega de 250 mil cestas básicas aos municípios, na sede Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Goiânia. O Projeto Gênesis, coordenado pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), prevê investimentos iniciais de R$ 3,9 milhões, oriundos de recursos de compensações ambientais.

A iniciativa valoriza a cultura do cerrado. Na primeira etapa, serão envolvidos nove municípios. Outros 11 entram na segunda fase. O projeto tem como destaques duas unidades de conservação: Parque Estadual Águas do Paraíso, criado pelo Governo de Goiás em 2020, e Parque Estadual de Terra Ronca.

O governador também falou sobre as primeiras projeções arquitetônicas apresentadas durante evento de lançamento do Projeto Gênesis, realizado no último sábado (11/09), em Alto Paraíso de Goiás. “Aquilo é simplesmente uma imagem, não existe o projeto executivo da obra, são opções que são apresentadas. Isso não pode tirar o brilho da iniciativa que vai dar opção de renda para os moradores daquela região”, reforçou.

“É importante tranquilizar as pessoas. O estudo é para que haja uma infraestrutura turística. Isso não quer dizer que aquelas projeções serão instaladas sem ouvir a sociedade, nada será imposto a ninguém. Quem vai decidir sobre isso é a população que lá vive”, pontuou Caiado.

O projeto busca atrair investimentos de empresas nacionais e internacionais para ampliar o potencial turístico, o que vai impulsionar a economia da região, respeitando o meio ambiente e as características culturais do Estado, destaca o estudo da Semad.

Retorno ambiental
“É uma proposta desafiadora, que visa deixar um legado de oportunidades, trazer esperança e não só uma promessa, mas entregas efetivas, que são realizadas nesse governo em todas as pastas e em todos os setores”, disse a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andréa Vulcanis, durante o lançamento. “Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para suplantar as desigualdades sociais, econômicas e ambientais que imperam sobre o território do Nordeste Goiano”, destacou.

Como explica Andréa Vulcanis, a região Nordeste abriga as maiores áreas preservadas do Cerrado, mas, ao mesmo tempo, é um território com dificuldades sociais e econômicas. O projeto Gênesis vem para trazer desenvolvimento sustentável direcionado ao futuro. Os planos foram contratados diretamente pela iniciativa privada, por meio de compensação ambiental.

Trata-se de instrumento que impõe aos empreendimentos causadores de significativo impacto ambiental o dever de destinar recursos financeiros para apoiar criação, implantação e manutenção de unidades de conservação de proteção integral no Estado de Goiás e, também, custear medidas destinadas a reparar danos decorrentes de impacto ambiental não mitigável sobre a fauna, conforme previsto no artigo 35 da Lei Estadual n° 14.247/2002.

Ação continuada
O Projeto Gênesis visa reforçar os diversos investimentos e esforços que vêm sendo realizados pelo Governo do Estado desde 2019, como o programa “Goiás em Movimento – Eixo Municípios”; a ampliação do serviço de energia elétrica e água tratada para as comunidades Kalunga; investimentos em Educação, com a distribuição de notebooks, livros didáticos, melhoria das edificações escolares e implantação de laboratórios de robótica; ampliação da rede de policlínicas; além do projeto da cerveja regional, feita a partir da fécula de mandioca e de programas de qualificação para a agricultura familiar, dentre outros.

O Gênesis será desenvolvido por meio de diversos eixos, de forma que o processo de transformação e desenvolvimento possa ser acompanhado de engajamento da população local, das lideranças, movimentos e pelos municípios do Nordeste goiano, de forma colaborativa e participativa, destaca o estudo da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Fotos: Wesley Costa

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Após nova onda de Covid-19, Prefeitura de Caldas Novas endurece medidas de contágio da doença

Meio Ambiente leva audiências de autocomposição para Itumbiara

Prefeitura e Câmara se unem em Caldas Novas e consolidam parceria para construção de Hospital Evangélico no município

Goiás Turismo abre licitação para investimentos no Caminho de Cora