No Banner to display

terça-feira, 18 de junho de 2024

terça-feira, 18 de junho de 2024

No Banner to display

Bruno Peixoto da posse à concursados, e garante novo concurso público em 2024

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Bruno Peixoto (UB), assinou, na manhã desta sexta-feira (15), o ato que dá posse aos aprovados do Concurso da Assembleia Legislativa de 2018.

Bruno Peixoto - Presidente da ALEGO (Foto: Will Rosa)

O termo vai empossar procuradores, cirurgiões dentistas, comunicadores sociais e outros servidores importantes para a Assembleia Legislativa. Durante a reunião com os diretores no gabinete da Presidência, Bruno reforçou o trabalho da equipe técnica da Casa que irá

realizar concurso público no próximo ano.

“Reforço que realizaremos em 2024 o concurso público para a Alego e teremos mais de 150 vagas para diversos cargos. Nossa equipe já está realizando todos os estudos para a realização do certame”, publicou o presidente em suas redes sociais.

Atualmente, a administração da Casa conta com 411 efetivos e cerca de 1.100 comissionados. Auxiliar de serviços gerais, comunicador social, analista de TI, agente da polícia legislativa são alguns dos cargos que estarão no certame. “A Casa precisa de profissionais concursados nas mais diversas áreas”, disse Bruno.

Além dos cargos já citados, outros serão incluídos no certame. Segundo o presidente, foi determinada a criação da Comissão do Concurso Público 2024 para selecionar a banca examinadora, por meio de licitação, e definir o quantitativo de vagas. Já ficou definido que os aprovados não poderão ocupar outros cargos.

O deputado disse que pediu, também, uma análise para extinguir cargos comissionados da administração para a entrada dos concursados.

Atualmente os 411 concursados e os 1.100 comissionados da administração são divididos em quatro turnos, incluindo finais de semana, nos 44 mil metros quadrados da Casa.

Bruno, que tem feito uma gestão pautada na economicidade e transparência, afirmou que é fundamental o aumento de servidores efetivos para o bom funcionamento da Casa de Leis. “Garantir o bom funcionamento da nossa Assembleia com excelência e de forma eficiente e otimizada é uma das nossas principais prioridades e, sem dúvidas, a ampliação do número de profissionais efetivos é fundamental para isso.”

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

UEG conquista medalhas nos JUGs 2023

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

Governo vai ampliar o Bolsa Estudo