No Banner to display

sexta-feira, 19 de julho de 2024

sexta-feira, 19 de julho de 2024

No Banner to display

Bruno Peixoto anuncia economia de R$ 12 milhões com encerramento locação de veículos na Assembleia

A ação é parte dos esforços em prol da economicidade liderados pela atual gestão do Parlamento goiano.

Na manhã desta quarta-feira, 6, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), deputado Bruno Peixoto (UB), anunciou o cancelamento do contrato de locação de veículos que servem a Casa, uma medida que promete economizar cerca de R$ 12 milhões aos cofres públicos.

Em reunião com os setores responsáveis, Bruno Peixoto destacou a significativa redução de despesas gerada pela medida. “Estou muito feliz de estar aqui hoje juntamente com o diretor de Gestão de Logística, Henrique Arantes, encerrando o contrato de locação de veículos. São aproximadamente, em 5 anos, 12 milhões de reais que deixam de ser gastos”, afirmou o presidente. Peixoto reforçou o compromisso da gestão em “servir a população com um Poder Legislativo em sintonia com as reais demandas da comunidade.”
O foco na economia e na eficiência da gestão, segundo o presidente da Alego, não se restringe apenas ao contrato de locação. “Conforme já anunciado, com o cancelamento da locação de veículos nós vamos ter também uma redução nos gastos com combustíveis e manutenção. Com a chegada da frota própria, além de economia, iremos gerar também transparência”, destacou Peixoto.

Ele ressaltou ainda o trabalho conjunto com o governador Ronaldo Caiado (UB) ao dizer que as reduções de despesas promovidas na Alego, com o uso racional do recurso do duodécimo e a devolução do excedente para o governo do estado, resultam diretamente em investimento em obras. “São exemplos disso investimentos que foram feitos em algumas unidades do corpo de bombeiro pelo estado e no Cora, o mais novo hospital oncológico goiano”, pontuou o presidente Bruno Peixoto.
Por sua vez, o Diretor de Gestão de Logística, Henrique Arantes, reforçou o impacto positivo da decisão. “É interessante o presidente manter essas agendas de reduzir despesa do poder público porque isso dá mais economia e, além de tudo, um zelo com o dinheiro do povo”, afirmou. Segundo Arantes, além da expressiva redução de despesas relacionadas ao contrato de locação em si, também vai haver uma diminuição no uso de combustíveis. “A Assembleia vai gastar menos combustível e o custo de manutenção veicular também será reduzido bastante”, afirmou o diretor.

Os esforços conjuntos do parlamento goiano evidenciam um compromisso renovado com a responsabilidade fiscal e a otimização dos recursos públicos, direcionando economias significativas para áreas essenciais e projetos que beneficiem diretamente a população do estado de Goiás.

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

Prefeitura de Caldas Novas espera receber 150 mil pessoas no Feriado de Tiradentes

Educação abre período de matrículas para 2024

No Banner to display