No Banner to display

domingo, 19 de setembro de 2021

domingo, 19 de setembro de 2021

Após nova onda de Covid-19, Prefeitura de Caldas Novas endurece medidas de contágio da doença

Novo decreto proíbe funcionamento de boates, danceterias, salões de dança, além da realização de festas que necessitem de autorização transitória, em áreas públicas e particulares

Devido ao aumento considerável no número de casos de Covid-19, em Caldas Novas, que segue tendência nacional, o prefeito Kleber Marra publicou, na noite desta terça-feira, 10, um decreto municipal restringindo os horários de funcionamento de alguns estabelecimentos no município. O documento, que entra em vigor nesta quarta-feira, 11, terá validade até o dia 31 de agosto.

De acordo com o prefeito, foi analisada a situação epidemiológica na cidade que evidenciou a necessidade de medidas mais duras para o controle do avanço do vírus. “Infelizmente, foi preciso tomar medidas para contornar a situação e assim evitar realmente de ter que fechar a cidade, o que não é nossa intenção. Por isso, contamos com a conscientização da população e dos turistas para que sigam as normas, para que em breve possamos voltar à normalidade”, explicou Kleber Marra.

O decreto 1.691/2021 suspende o funcionamento de boates, danceterias e salões de dança e a realização de festas que necessitem de autorização transitória, em áreas públicas e particulares. Já os hotéis, pousadas, flats e congêneres destinados à hospedagem temporária, que antes funcionavam com ocupação máxima de 75%, agora será de 50%.

Bares, lanchonetes, pizzarias, restaurantes, cervejarias e congêneres passam a atuar com 50% da capacidade, só podem funcionar até às 00h, com o máximo de seis pessoas por mesa, sendo o consumo permitido apenas para clientes sentados. Música ao vivo só será permitida até às 22h.

No entanto, a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas, nesse locais, serão permitidos até às 23h, ficando proibidos inclusive, na modalidade delivery. Já a entrega de alimentos pode ocorrer 24 horas. O decreto determina ainda que o Poupa-tempo, que funcionará em seu horário normal, limite a 50% o número de servidores.

As academias de ginástica, crossfif, piscinas, centros de treinamento e condicionamento físico podem realizar aulas em grupos, com 50% da capacidade e com a ocupação dos ambientes limitada a um indivíduo a cada 1,5m. Já as atividades físicas e esportivas que tenham contato corporal entre os participantes, torneios e campeonatos esportivos ficam suspensos até 31 de agosto de 2021.

Nas igrejas e templos religiosos será permitida a lotação máxima de 50%, com espaço alternado entre poltronas, cadeiras ou bancos. Já as atividades comerciais e de prestação de serviços, como galerias, centros comerciais, feira do luar, cinema, salão de jogos, recreação infantil, parque de diversões, trenzinhos e parques aquáticos, congressos, exposição e evento autorizados deverão atuar com a capacidade total de 50% de ocupação, sendo vedada a formação de filas.

Caso seja descumprido o decreto, poderão ser aplicadas autuações, multas, interdições, apreensão de mercadorias e outros.

 

FONTE – SECOM CALDAS NOVAS

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Caiado participa do lançamento da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, em Mara Rosa, no Norte goiano

Goiás atualiza orientações sobre vacinação contra Covid-19

Em Goiânia, Caiado inicia entrega de mais 250 mil cestas básicas a famílias em vulnerabilidade impactadas pela pandemia, e Goiás atinge marca de 1 milhão de donativos distribuídos

Caiado diz que consultas populares vão definir como Projeto Gênesis será implantado e destaca que prioridades são “desenvolvimento do Nordeste goiano e preservação do meio ambiente”