No Banner to display

domingo, 19 de setembro de 2021

domingo, 19 de setembro de 2021

Servidor público pode ser obrigado a se vacinar contra Covid-19

Servidores públicos que não se imunizarem contra a Covid-19 sem justificativa médica poderão sofrer sanções do poder público que os empregam

O Programa Nacional de Imunização, do governo federal, tem a previsão da obrigatoriedade. Recentemente o Supremo Tribunal Federal entendeu que é constitucional a obrigação da vacinação (Foto:Secom)

Servidores públicos que não se imunizarem contra a Covid-19 sem justificativa médica poderão sofrer sanções do poder público que os empregam. A avaliação é do advogado Juscimar Ribeiro, especialista em Direito Administrativo e Constitucional, em entrevista ao Jornal Brasil Central desta terça-feira, 17.

Segundo ele, há previsão legal em diversas esferas para a decisão de obrigar a vacinação do servidor público em caso de pandemias, como a do coronavírus. “A Lei 13.979, que é a Lei da Pandemia, já tem essa previsão, o Programa Nacional de Imunização, do governo federal, também tem essa previsão, e recentemente o Supremo Tribunal Federal entendeu que é constitucional essa obrigatoriedade da vacinação”, comentou.

Confira a entrevista completa:

 

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Últimas notícias

Caiado participa do lançamento da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, em Mara Rosa, no Norte goiano

Goiás atualiza orientações sobre vacinação contra Covid-19

Em Goiânia, Caiado inicia entrega de mais 250 mil cestas básicas a famílias em vulnerabilidade impactadas pela pandemia, e Goiás atinge marca de 1 milhão de donativos distribuídos

Caiado diz que consultas populares vão definir como Projeto Gênesis será implantado e destaca que prioridades são “desenvolvimento do Nordeste goiano e preservação do meio ambiente”