quinta-feira, 30 de junho de 2022

quinta-feira, 30 de junho de 2022

Saúde orienta sobre 2ª dose de reforço contra Covid-19

De acordo com notas técnicas do Ministério da Saúde (MS), a vacina a ser utilizada na DR2 deverá ser das plataformas de mRNA (Comirnaty/Pfizer) ou vetor viral (Janssen ou AstraZeneca).

Para que possam receber a DR2, no entanto, é preciso que cada um aguarde o intervalo de quatro meses após a DR1 (Foto: Secom)

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que a aplicação da segunda dose de reforço (DR2) contra a Covid-19 deve ser iniciada pelos municípios que disponham da vacina específica na população em geral com idade de 50 acima e nos trabalhadores da saúde que já tenham tomado a primeira dose de reforço (DR1).

De acordo com notas técnicas do Ministério da Saúde (MS), a vacina a ser utilizada na DR2 deverá ser das plataformas de mRNA (Comirnaty/Pfizer) ou vetor viral (Janssen ou AstraZeneca). A Central Estadual de Rede de Frio dispõe de 945.229 doses e aguarda envio, pelo MS, de outras 300.609 doses da Pfizer, nesta terça-feira (7/6).

O envio das doses é feito pela Rede de Frio conforme solicitação dos municípios, que já receberam as orientações técnicas publicadas oficialmente pelo MS. Ao mesmo tempo, a SES mantém frequente capacitação das equipes técnicas que atuam na imunização, acolhendo a população goiana com qualidade e segurança.

O painel da Covid-19 da SES mostra que, até o momento, 427.694 pessoas acima dos 50 anos já tomaram a primeira dose de reforço (DR1) em Goiás. Para que possam receber a DR2, no entanto, é preciso que cada um aguarde o intervalo de quatro meses após a DR1, de acordo com as Notas Técnicas publicadas no dia 3 de junho pelo MS. Quem já tiver cumprido esse tempo pode procurar os postos de saúde, com o cartão de vacinação e documentos pessoais.

A superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Flúvia Amorim, ressalta a importância da vacinação e também de outras medidas de cuidados e prevenção coletiva, sobretudo, da população mais vulnerável (idosos e imunocomprometidos), como o distanciamento social, evitando aglomerações, e uso de máscaras, principalmente em locais fechados.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Publicações em Alta

Decreto formaliza o novo Coíndice

Com 23.270 novos CNPJs, Goiás bate recorde em abertura de empresas de janeiro a agosto de 2021, melhor resultado dos últimos cinco anos

Cavalhadas em Pirenópolis serão realizadas em junho

Aprendiz do Futuro contrata cinco mil jovens em todo o Estado