No Banner to display

domingo, 17 de outubro de 2021

domingo, 17 de outubro de 2021

Saúde capacita para atendimento de crianças com sintomas de Covid

Capacitar profissionais de saúde que atuam no atendimento ao público infantil com sintomas ou diagnóstico de Covid-19 foi o objetivo de encontro virtual realizado na manhã desta quarta-feira (29).

A falta de vacina para crianças torna esse grupo vulnerável para a doença, fazendo das capacitações valiosas e responsáveis por salvar muitas vidas Thiago Lagares/Comunicação Setorial

Capacitar profissionais de saúde que atuam no atendimento ao público infantil com sintomas ou diagnóstico de Covid-19 foi o objetivo de encontro virtual realizado na manhã desta quarta-feira (29), pela Gerência de Atenção Primária da Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO). Médicos e enfermeiros das unidades de Estratégia de Saúde da Família receberam a qualificação conduzida pelos pediatras da SES-GO Carlos Magno da Fonseca e Débora Adorno Macedo.

Toda as informações repassadas estão contidas no Guia Orientador de Atendimento e Seguimento das Crianças com Suspeita ou Diagnóstico de Covid-19 na Atenção Primária de Saúde do Estado de Goiás, documento produzido pela equipe de pediatria e encaminhado aos profissionais.

Esse foi o quarto encontro realizado neste mês, direcionado, desta vez, aos servidores que atuam na Macrorregião Centro Sudoeste de saúde do Estado. Aproximadamente 110 profissionais receberam informações valiosas sobre o contexto da doença em criança. Somando todos as capacitações, cerca de 600 servidores receberam a qualificação profissional.

O evento foi idealizado diante de dúvidas dos profissionais sobre a evolução da Covid-19 em crianças e a correta condução do atendimento nessa faixa etária. Pesquisa realizada nos EUA aponta que aproximadamente 26% das internações pela doença naquele país ocorrem em crianças. Há ainda registros que cerca de 10% do público infantil precisa de atendimento hospitalar. Como existem poucas informações e dúvidas, a capacitação é um importante passo para qualificar o atendimento.

Os pediatras da SES-GO falaram sobre as medidas gerais de atendimento, como o manejo terapêutico, dependendo da gravidade do caso; incubação e transmissão, monitoramento clínico, teleatendimento, notificação, isolamento domiciliar, entre outras informações. A falta de vacina para crianças torna esse grupo vulnerável para a doença, fazendo das capacitações valiosas e responsáveis por salvar muitas vidas.

Secretaria da Saúde

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Expresso Balcão capacita servidores de 12 municípios

Polícia Penal registra aumento de apreensões de K4, conhecida como supermaconha

Caiado anuncia isenção da contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas com salário de até R$ 3 mil e redução da cobrança para os que recebem acima desse valor

Operação integrada apreende 200 kg de cloridrato de cocaína