No Banner to display

quinta-feira, 18 de julho de 2024

quinta-feira, 18 de julho de 2024

No Banner to display

Novas subvariantes da Covid: Goiás disponibiliza dose reforço da vacina bivalente para idosos

A recomendação foi feita após a identificação de duas sublinhagens da variante Omicron da covid-19 no estado do Ceará, que fez com que o número de casos naquele estado aumentasse

A recomendação foi feita após a identificação de duas sublinhagens da variante Omicron da covid-19 no estado do Ceará, que fez com que o número de casos naquele estado aumentasse | Foto: Reprodução

Seguindo recomendação do Ministério da Saúde, o Estado de Goiás vai disponibilizar a dose de reforço da vacina bivalente contra Covid-19 para idosos acima de 60 anos e imunocomprometidos a partir de 12 anos.

A recomendação foi feita após a identificação de duas sublinhagens da variante Omicron da covid-19 no estado do Ceará, que fez com que o número de casos naquele estado aumentasse. “Essa recomendação para que idosos e imunodeprimidos tomem mais uma dose da vacina bivalente. Lembrando que a orientação é para quem já tomou a última dose há seis meses ou mais”, explica a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), Flúvia Amorim.

O imunizante está disponível nas 989 salas de vacinação em todo o estado. Hoje, a cobertura vacinal para a bivalente em Goiás é de 13,22%.

Além dos idosos, transplantados, pessoas vivendo com HIV, portadores de doença renal crônica em hemodiálise e pacientes oncológicos que fizeram tratamento quimioterápico ou radioterápico podem buscar a dose de reforço.

“Se você está nessa situação, a recomendação é procurar um posto de vacinação no seu município e atualizar sua caderneta”, completa a superintendente.

Covid no estado

Em Goiás, já foram registrados, ao longo de 2023, um total de 110.463 casos confirmados de Covid-19, com 452 óbitos pela doença. Até o momento, contudo, não há registro das subvariantes JN.1 e JG.3 no estado, conforme o último sequenciamento genômico realizado pelo Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-Go), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Atualmente, a XBB.1 é a subvariante com maior representatividade em Goiás.

Fonte: O Hoje

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

Prefeitura de Caldas Novas espera receber 150 mil pessoas no Feriado de Tiradentes

Educação abre período de matrículas para 2024

No Banner to display