No Banner to display

quinta-feira, 25 de julho de 2024

quinta-feira, 25 de julho de 2024

No Banner to display

Hospital de Itumbiara realiza mutirão de cirurgias

Cerca de 300 pacientes passam por consultas e exames e agendam cirurgias ortopédicas para a primeira semana de agosto. Pacientes relatam espera de mais de dois anos para cirurgia

O Hospital Estadual de Itumbiara São Marcos realiza nessa segunda e terça-feira um mutirão de consultas e exames para preparar pacientes que necessitam de cirurgias ortopédicas. Foram agendados atendimentos para cerca de 300 pacientes de cidades de todo o sul e sudeste goiano pela Central de Regulação do Estado.

O esforço concentrado faz parte da estratégia para reduzir ao máximo a fila de espera para cirurgias eletivas e diminuir a demanda por cirurgias especializadas como as ortopédicas. Nos últimos dois anos essas cirurgias foram suspensas em virtude da pandemia e com a abertura de novas unidades da rede hospitalar do Estado está sendo possível cumprir essa agenda.

Pacientes de cidades distantes como Catalão, Corumbaíba, Ipameri, Morrinhos, Goiatuba e Cachoeira Dourada foram contactados pela Central de Regulação na última semana e levados a Itumbiara para consultas e exames. Todos receberam café da manhã logo na chegada, realizaram exames de sangue preparatórios para adiantar o procedimento, passaram por consultas com os especialistas e já realizaram exames de imagem para agendamento das cirurgias. Pacientes, acompanhantes e até motoristas que acompanham as comitivas receberam almoço providenciado pela direção do hospital na área de convivência.

Muitos pacientes relataram estar aguardando há muitos anos para a realização desse tipo de cirurgia. O Hospital Estadual de Itumbiara São Marcos foi estadualizado e reaberto em julho de 2020 como Centro Covid-19. Em janeiro desse ano foi transformado em hospital geral, teve o centro cirúrgico reaberto e atende especialidades como ortopedia, cirurgia geral, neurologia e em breve oferecerá tratamento de oncologia.

Fabiana Paulista da Silva, 43 anos, trabalha em uma lavanderia de Catalão e sofre com um problema no tendão do calcanhar. Ela conta que está na fila para cirurgia há dois anos e ficou radiante quando foi chamada na última sexta-feira para a consulta e marcação da cirurgia.

“Fiquei muito feliz com essa possibilidade de fazer a cirurgia rápido. Dei muita sorte porque consegui consultar na parte da manhã, fiz exames e a cirurgia já ficou marcada para o dia 1 de agosto, na próxima semana. Isso é muito bom”. Ela contou que foi muito bem atendida, que as equipes acolhem pacientes e acompanhantes com muita humanização e elogiou o café da manhã e almoço recebidos. “Tudo foi muito bom. Não acreditava que um atendimento do SUS fosse assim tão bom. Espero fazer a cirurgia e me recuperar logo”, frisou.

Há relatos de pacientes que aguardavam há mais de oito anos para marcar cirurgia ortopédica. As equipes de ortopedistas, cirurgiões, anestesistas e multiprofissionais esperam praticamente zerar a fila de espera nas próximas semanas.

Fonte: DM

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

Detran disponibiliza Disque-Guincho para remoção de veículos

Prefeitura de Caldas Novas espera receber 150 mil pessoas no Feriado de Tiradentes

No Banner to display