No Banner to display

segunda-feira, 20 de maio de 2024

segunda-feira, 20 de maio de 2024

No Banner to display

Estado avança para se tornar referência no tratamento contra câncer

Governo de Goiás deve concluir neste ano primeira fase do Complexo Oncológico (Cora) e já obteve reconhecimento do Ministério da Saúde pelo trabalho do Centro de Oncologia do Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano

Obras do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás, em Goiânia, devem ter primeira etapa concluída no final de 2024

O Governo de Goiás tem conquistado avanços significativos para tornar estado referência no tratamento contra o câncer. Além da construção do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (Cora), em Goiânia, o Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), em Uruaçu, foi credenciado pelo Ministério da Saúde (MS) recentemente como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon).

O objetivo é ampliar o melhor atendimento à população goiana, servida há anos apenas pelo Hospital Araújo Jorge. Desde 2019 essa unidade conta com apoio financeiro do Estado, por meio do Plano de Fortalecimento. Este ano o acordo foi renovado com a previsão de repasses de R$ 21,6 milhões ao hospital. “Goiás faltava muito com sua população (que precisa de tratamento de câncer). Ficou muito nos ombros do Araújo Jorge. Estamos, aos poucos, mudando essa realidade”, garantiu o governador Ronaldo Caiado.

Uma das principais obras do Governo de Goiás, com 50% já concluídos, é o Cora, próximo ao Aeroporto Internacional Santa Genoveva. Quando entrar em funcionamento, a unidade vai realizar procedimentos de alta complexidade, como transplante de medula óssea. Também terá ampla estrutura, com leitos para internação, ala de prevenção, espaço de lazer e acomodações para as famílias, com ambiência humanizada e lúdica.

A primeira fase da obra, para crianças e adolescentes, será concluída no final de 2024. As duas etapas finais serão construídas com recursos federais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na ordem de R$ 336 milhões.

Para garantir também excelência no atendimento, processos, fluxos e formação dos profissionais que atuarão no Cora, uma comitiva da SES-GO visitou nesta semana o Hospital de Amor (HA), em Barretos (SP). Administrada pela Fundação Pio 12, que também vai gerir o Cora, o HA tem reconhecimento internacional pelo alto grau de tecnologia, assistência humanizada e priorização do ensino e da pesquisa. “Com essa visita, tivemos a real noção do sonho do nosso governador, porque é um hospital fantástico, que vai mudar muito o patamar do cuidado das crianças e dos adolescentes com câncer do nosso estado”, destacou o secretário estadual da Saúde, Rasível dos Reis.

Reconhecimento
Primeira unidade da rede estadual credenciada como Unacon pelo Ministério da Saúde, o HCN comprovou capacidade para oferecer assistência geral, especializada e integral ao paciente com câncer, do diagnóstico ao tratamento. “É um marco importante sermos reconhecidos como referência no tratamento contra o câncer. Esse é o fruto do trabalho árduo de inúmeros profissionais que incansavelmente se dedicam a transformar o cenário da saúde não só da região, mas de todo Estado”, pontuou o diretor da unidade, João Batista da Cunha.

O Centro de Oncologia do HCN completará 2 anos em julho de 2024 e foi criado para proporcionar atendimento oncológico integral e humanizado para toda a população goiana. Apenas nos três primeiros meses de 2024, realizou 3.820 consultas, mais de mil sessões de quimioterapia, 494 altas de pacientes e 230 cirurgias oncológicas, com o que há de melhor contra o câncer para toda população em estrutura, tecnologia ou humanização.

Foto: Marco Monteiro

Secretaria de Estado da Saúde – Governo de Goiás

Publicações em Alta

PIB de Goiás cresce 4,4% em 2023 e fica acima da média nacional

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Vereador Everton Jamal leva projeto “Gabinete Itinerante” aos bairros de Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos