No Banner to display

domingo, 17 de outubro de 2021

domingo, 17 de outubro de 2021

Escolas estaduais realizam acolhida aos estudantes em retomada às aulas presenciais

Profissionais da Educação e estudantes da rede pública estadual de ensino de Goiás retornaram às salas de aula nesta segunda-feira (2/8).

Segundo o determinado pelas autoridades de saúde, a ocupação fica restrita a até 50% da capacidade das unidades escolares (Foto: Seduc- GO)

Profissionais da Educação e estudantes da rede pública estadual de ensino de Goiás retornaram às salas de aula nesta segunda-feira (2/8). O retorno marca a retomada das atividades presenciais nas escolas estaduais em todo o estado, realizada conforme as deliberações do Centro de Operações de Emergências (COE) em Saúde Pública de Goiás para Enfrentamento ao Coronavírus.

Segundo o determinado pelas autoridades de saúde, a ocupação fica restrita a até 50% da capacidade das unidades escolares. Em razão disso, as aulas na rede estadual serão realizadas de forma híbrida, com revezamento quinzenal entre os alunos, priorizando o atendimento presencial de estudantes sem acesso à Internet, com dificuldades de aprendizagem e em vulnerabilidade social.

Acolhida

Quem compareceu no Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Dom Abel – SU nesta segunda-feira (2/8) foi recebido com uma série de medidas de prevenção à Covid-19. Além do dispenser de álcool em gel e da aferição de temperatura, cartazes e sinalizações no piso alertam equipes e alunos sobre os cuidados a serem adotados durante a permanência dos estudantes na escola.

 

Volta as aulas- acolhida 3

Durante a cerimônia de acolhida, realizada por professores e equipe gestora, os alunos de Ensino Fundamental matriculados na unidade foram surpreendidos com a participação da secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli.

Na oportunidade, a secretária reforçou a necessidade dos cuidados com a biossegurança durante todo o período escolar, que incluem a manutenção do distanciamento social e o uso obrigatório das máscaras de proteção individual. Ela ainda assegurou as altas expectativas para o retorno das aulas presenciais.

“Por tudo que foi investido, mais de R$ 1 bilhão em reformas e aquisições de equipamentos; por todas as formações e pelo diálogo, pela forma que nós estamos demonstrando que é possível, estamos bem otimistas”, afirmou Gavioli durante a visita na unidade.

Além do Cepi Dom Abel – SU, em Goiânia, a secretária acompanhou a retomada das aulas em outras duas unidades escolares da rede estadual localizadas em Aparecida de Goiânia: Centro de Ensino em Período Integral Michelle do Prado Rodrigues e Colégio Estadual Maria de Fátima Santana.

Nesta última escola, a visita resultou em uma boa notícia para a comunidade escolar, que foi surpreendida pelo anúncio da assinatura de uma ordem de serviço para a construção de uma nova cozinha e refeitório no valor de R$ 330 mil.

“Vamos construir uma nova escola aqui que não seja de placa. O projeto já está na secretaria, mas não tem como esperar. Por isso, hoje, eu passo aqui uma ordem de serviço para a construção da cozinha e do refeitório”, concluiu a secretária, reforçando o compromisso do Governo de Goiás em acabar com as escolas de placa em todo o Estado.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações em Alta

Expresso Balcão capacita servidores de 12 municípios

Polícia Penal registra aumento de apreensões de K4, conhecida como supermaconha

Caiado anuncia isenção da contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas com salário de até R$ 3 mil e redução da cobrança para os que recebem acima desse valor

Operação integrada apreende 200 kg de cloridrato de cocaína