No Banner to display

quarta-feira, 18 de maio de 2022

quarta-feira, 18 de maio de 2022

Aprendiz do Futuro contrata cinco mil jovens em todo o Estado

O programa Aprendiz do Futuro, do Governo de Goiás, atingiu cinco mil contratações de jovens para trabalharem na administração pública estadual e municipal, nos 246 municípios goianos, no final de março.

Jovens recebem tablet com internet para fazerem curso de capacitação

Lotados nos órgãos públicos e comarcas de Justiça, eles recebem salário de R$ 569,36, férias, décimo terceiro, vale alimentação mensal de R$ 150, vale-transporte, seguro de vida, tablet com internet, destinado a cursos de formação, e uniforme.

Entre os objetivos do programa estão os de promover a inclusão social, aumentar a renda familiar, proporcionar melhoria na qualidade de vida, garantir a permanência do jovem na escola, ensinar novas formas de pensar e atuar na sociedade, bem como reduzir a probabilidade de envolvimento com a criminalidade e drogas. Os participantes são alunos da rede pública ou bolsistas da rede particular.

A jovem Brenda Almeida, 16 anos, moradora de Rialma, município do Vale do São Patrício, conta que cumpria carga horária diária de oito horas como vendedora, mas agora tem a oportunidade de se dedicar aos estudos. “Antes eu trabalhava o dia todo, até aos sábados, e não sobrava tempo para estudar. No Aprendiz do Futuro, a minha carga horária foi reduzida pela metade, possibilitando os meus estudos”, afirma Brenda, que cursa o segundo ano do ensino médio.

Kalyssa Hamoni Rocha, 15 anos, de Goiânia, começou a trabalhar pelo programa em outubro de 2021 e, segundo ela, isso mudou não só a sua rotina, onde teve que conciliar escola e meio período de trabalho, ao sair de casa às 6h30 da manhã e voltar às 19 horas, mas o seu próprio comportamento. “Aprendi a ter mais responsabilidade, a mexer com dinheiro e a lidar melhor com as diferenças”, declara Kalyssa, explicando que paga o seu dentista (ela faz tratamento ortodônico) e a sua conta de celular.

A mãe do jovem Arthur Caetano Rodrigues, 15 anos, Keila Caetano, de Ceres, conta que o filho também tem apresentado comportamentos muito positivos em casa. “Ele está obedecendo mais as ordens, aprendendo a trabalhar em grupo, sem contar que ele está se sentindo mais adulto. O meu marido faleceu há algum tempo, então, o trabalho tem deixado o Arthur mais alegre e responsável, ajudando nas contas em casa”, comemora dona Keila.

O secretário de Desenvolvimento Social, Wellington Matos, destaca que, na idade de 14, 15 anos, é muito difícil para os jovens conseguirem um emprego formal, ter rendimento. “Com o Aprendiz do Futuro, além de todo o suporte que eles recebem, esses jovens passam por um processo de capacitação profissional e, ao completarem 18 anos, têm maior facilidade de inserção no mercado de trabalho”, analisa.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Publicações em Alta

Prefeitura de Rio Quente envia projeto à Câmara com reajuste de 20,64% no salário dos servidores

Governo de Goiás inicia campanha para oferecer R$ 46,7 milhões em linhas de crédito para empresários do setor de turismo

O Boticário celebra Dia dos Namorados com kits personalizados com estampas exclusivas

Governador Ronaldo Caiado e primeira-dama, Gracinha Caiado, lançam Goiás Social, programa de ajuda a famílias em situação de vulnerabilidade em todas regiões do Estado