No Banner to display

domingo, 21 de abril de 2024

domingo, 21 de abril de 2024

No Banner to display

Setor de Serviços em Goiás registra maior alta do país em julho

Goiás registrou a maior alta do país no setor de serviços com crescimento expressivo de 5,6% no mês de julho na comparação com junho.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na série com ajuste sazonal.

Os números do setor são os maiores de julho da série histórica goiana, com aumento recorde, na comparação com o mês imediatamente anterior. Já na comparação com o mesmo período do ano passado, o volume de serviços subiu ainda mais, um total de 9,4%. Referente ao acumulado de janeiro a julho de 2023, a taxa é igualmente positiva: 7,6%.

SETOR DE SERVIÇOS

A alta no volume de serviços em julho (9,4%), na comparação com o mesmo período de 2022, se deu em decorrência de duas das cinco atividades investigadas pela pesquisa, sendo elas: transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio com alta de 15,6% e serviços de informação e comunicação (15%). Ambos apresentam acumulados positivos em 2023, com variações de 10,9% e 11,5%, respectivamente.

O setor de turismo, por sua vez, apresentou aumento de 0,7% em julho. Na comparação com julho de 2022 o volume de serviços de turismo em Goiás caiu 2,6%, mesmo assim, o saldo ainda é positivo, com o turismo goiano acumulando alta de 3,8% no ano e de 3,6% nos últimos 12 meses.

O titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Joel de Sant’Anna Braga Filho, enfatiza que as taxas positivas são um reconhecimento da boa gestão feita no estado.

“O impacto de Goiás nos resultados da pesquisa – os maiores do país – indica que estamos no caminho certo, e que podemos continuar a crescer ainda mais”, afirma.

BRASIL

Em relação ao território nacional, o volume de serviços prestados no país cresceu 0,5% frente ao mês anterior. É a terceira variação positiva seguida do indicador, que acumulou ganho de 2,2% no período, e um avanço de 3,5% na comparação com a mesma época do ano passado.

Houve avanços no setor em 13 das 27 unidades da Federação. Além de Goiás, que registrou a maior alta, estados como Rio de Janeiro (1,4%), Bahia (2,9%), Mato Grosso (3%) e Ceará (3,3%) também apresentaram taxas positivas. As quedas foram registradas no Distrito Federal (2,9%), São Paulo (0,1%), Pará (3%), Rio Grande do Sul (0,6%) e Espírito Santo (1,8%).

Publicações em Alta

PIB de Goiás cresce 4,4% em 2023 e fica acima da média nacional

Goiás libera vacina para toda a população no ‘Dia D’ contra influenza

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos