No Banner to display

terça-feira, 23 de abril de 2024

terça-feira, 23 de abril de 2024

No Banner to display

Pela primeira vez, Emater recebe Assembleia Geral da Asbraer no Complexo de Inovação Rural

O encontro reuniu representantes de 25 entes federativos para discutir pautas ligadas à assistência técnica, extensão rural e pesquisa agropecuária

A Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) sediou, nos dias 28 e 29 de abril, a 61ª edição da Assembleia Geral Ordinária da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer). O evento, que aconteceu pela primeira vez na agência goiana, foi realizado no Complexo de Inovação Rural, onde está instalada a sede da Emater, em Goiânia (GO).

O encontro é realizado duas vezes por ano e tem o objetivo de alinhar demandas do serviço público de extensão rural, reunindo todas as entidades estaduais ligadas ao setor. Representantes das instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) de 24 estados e do Distrito Federal estiveram presentes, com exceção apenas de Roraima e Amapá. Com isso, mais de 4 mil municípios foram representados na reunião, que teve como anfitrião o presidente da Emater, Pedro Leonardo Rezende.

Pedro Leonardo salientou o trabalho realizado pela Agência no desenvolvimento e difusão das tecnologias necessárias para consolidar o Estado como um dos mais produtivos do cenário agropecuário nacional. “Essa é a missão do extensionismo público: a promoção da inclusão produtiva. É fazer com que os agricultores rurais de baixa renda também possam ser beneficiados de todo o cenário promissor que é proveniente do agronegócio”, declarou.

Nivaldo Magalhães, presidente da Asbraer, mediou o debate e ressaltou a necessidade do desenvolvimento e aplicação de políticas públicas nacionais e regionais no setor agropecuário. Ele abriu a assembleia destacando a importância da presença de representantes de todo o País, que se mobilizaram com o objetivo de construir projetos e desenvolver políticas públicas nacionais que valorizem e apoiem as ações de Ater. “No Estado de Goiás, a Ater pública encontrou respeito”, mencionou, valorizando a atuação capilarizada que a instituição desenvolve.

Pautas

Durante a reunião, foram abordados temas ligados ao Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF), Programa Nacional de Crédito Fundiário (Terra Brasil), projetos da Anater para a Ater pública e crédito rural.

Pedro Leonardo Rezende aproveitou a oportunidade para compartilhar com os membros o programa Gestão Por Resultados (GPR). Implementado em 2021, o GPR contribui para a entrega de resultados positivos dos serviços ofertados para o produtor rural goiano, em especial o produtor familiar.

Ao lado de Antelmo Teixeira, diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural da Emater, o presidente apresentou a ferramenta, que foi criada para avaliar, medir e premiar o trabalho realizado pelos servidores da Agência. “Como servidores públicos, nós temos o dever de cumprir as metas e apresentar os resultados. Precisamos prestar contas de como, efetivamente, cada ação e atendimento custaram ao montante que o Estado investe naquele trabalho”, explicou Antelmo.

Ações em Goiás

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Tiago Mendonça, esteve presente no segundo dia do encontro, representando o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado. Tiago destacou o trabalho da Emater Goiás e o potencial das pequenas propriedades para a economia regional e nacional.

De 2019 a abril de 2022, a Emater já realizou mais de 131,6 mil atendimentos no campo, no Estado, com quase 4 mil eventos de multiplicação de tecnologia e aporte de R$ 592 milhões nos municípios goianos em crédito rural.

Tiago Mendonça citou, ainda, a iniciativa precursora do Governo de Goiás no desenvolvimento de bioinsumos. “Os bioinsusmos são fundamentais para diminuir os custos de produção na nossa agricultura familiar e para trazer uma agricultura mais sustentável. Estamos fazendo uma mobilização no Estado e Goiás está na vanguarda disso”, explicou o secretário, referindo-se ao Programa Estadual de Bioinsumos.

Joel Sant’Anna, secretário de Indústria, Comércio e Serviços de Goiás (SIC), também esteve presente e chamou a atenção para o poder de investimento do Estado e o apoio da SIC nas iniciativas voltadas para o agronegócio.

Avanço nacional

O deputado federal José Mário Schreiner fez questão de prestigiar o evento, reconhecendo como essenciais as ações da Emater para a melhoria da qualidade de vida dos produtores familiares goianos. Ele ressaltou a importância da pesquisa no cenário agropecuário nacional e internacional, tornando o Brasil referência no assunto. “Se o Brasil conseguiu chegar aonde chegou no setor produtivo rural, nós devemos à ciência, à pesquisa e à inovação desenvolvida. Nós exportamos tecnologia”, declarou.

O superintendente nacional da Caixa Econômica Federal, Jaime Daniel da Silva, contribuiu com o debate apresentando as linhas de crédito da Caixa direcionadas para o desenvolvimento do produtor rural no Brasil. “Nós temos uma meta de chegar a R$ 35 bilhões de carteira até o final deste ano, com um portfólio adequado de soluções que atendam todo o ciclo produtivo dos nossos clientes”, explicou Jaime.

Participantes

Além dos membros da Asbraer e autoridades locais, participaram da assembleia Márcio Cândido, secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SAF/Mapa), e Pedro Arraes, diretor do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e ex-presidente da Emater de Goiás. Eles destacaram a importância do extensionismo rural e de programas de incentivo na inclusão produtiva do agricultor familiar.

Também participaram José Ferreira da Costa e Oto Ferreira Cândido, presidente e diretor da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), respectivamente; o consultor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), Sérgio Paganini; o superintendente nacional da Caixa Econômica Federal, Jaime Daniel da Silva; e o presidente da Associação Goiana dos Produtores de Cachaça de Alambique (Agopcal), Luís Manteiga.

Emater Goiás
Comunicação Setorial

Publicações em Alta

PIB de Goiás cresce 4,4% em 2023 e fica acima da média nacional

Goiás libera vacina para toda a população no ‘Dia D’ contra influenza

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos