quarta-feira, 25 de maio de 2022

quarta-feira, 25 de maio de 2022

Pela primeira vez, Emater recebe Assembleia Geral da Asbraer no Complexo de Inovação Rural

O encontro reuniu representantes de 25 entes federativos para discutir pautas ligadas à assistência técnica, extensão rural e pesquisa agropecuária

A Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) sediou, nos dias 28 e 29 de abril, a 61ª edição da Assembleia Geral Ordinária da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer). O evento, que aconteceu pela primeira vez na agência goiana, foi realizado no Complexo de Inovação Rural, onde está instalada a sede da Emater, em Goiânia (GO).

O encontro é realizado duas vezes por ano e tem o objetivo de alinhar demandas do serviço público de extensão rural, reunindo todas as entidades estaduais ligadas ao setor. Representantes das instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) de 24 estados e do Distrito Federal estiveram presentes, com exceção apenas de Roraima e Amapá. Com isso, mais de 4 mil municípios foram representados na reunião, que teve como anfitrião o presidente da Emater, Pedro Leonardo Rezende.

Pedro Leonardo salientou o trabalho realizado pela Agência no desenvolvimento e difusão das tecnologias necessárias para consolidar o Estado como um dos mais produtivos do cenário agropecuário nacional. “Essa é a missão do extensionismo público: a promoção da inclusão produtiva. É fazer com que os agricultores rurais de baixa renda também possam ser beneficiados de todo o cenário promissor que é proveniente do agronegócio”, declarou.

Nivaldo Magalhães, presidente da Asbraer, mediou o debate e ressaltou a necessidade do desenvolvimento e aplicação de políticas públicas nacionais e regionais no setor agropecuário. Ele abriu a assembleia destacando a importância da presença de representantes de todo o País, que se mobilizaram com o objetivo de construir projetos e desenvolver políticas públicas nacionais que valorizem e apoiem as ações de Ater. “No Estado de Goiás, a Ater pública encontrou respeito”, mencionou, valorizando a atuação capilarizada que a instituição desenvolve.

Pautas

Durante a reunião, foram abordados temas ligados ao Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF), Programa Nacional de Crédito Fundiário (Terra Brasil), projetos da Anater para a Ater pública e crédito rural.

Pedro Leonardo Rezende aproveitou a oportunidade para compartilhar com os membros o programa Gestão Por Resultados (GPR). Implementado em 2021, o GPR contribui para a entrega de resultados positivos dos serviços ofertados para o produtor rural goiano, em especial o produtor familiar.

Ao lado de Antelmo Teixeira, diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural da Emater, o presidente apresentou a ferramenta, que foi criada para avaliar, medir e premiar o trabalho realizado pelos servidores da Agência. “Como servidores públicos, nós temos o dever de cumprir as metas e apresentar os resultados. Precisamos prestar contas de como, efetivamente, cada ação e atendimento custaram ao montante que o Estado investe naquele trabalho”, explicou Antelmo.

Ações em Goiás

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Tiago Mendonça, esteve presente no segundo dia do encontro, representando o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado. Tiago destacou o trabalho da Emater Goiás e o potencial das pequenas propriedades para a economia regional e nacional.

De 2019 a abril de 2022, a Emater já realizou mais de 131,6 mil atendimentos no campo, no Estado, com quase 4 mil eventos de multiplicação de tecnologia e aporte de R$ 592 milhões nos municípios goianos em crédito rural.

Tiago Mendonça citou, ainda, a iniciativa precursora do Governo de Goiás no desenvolvimento de bioinsumos. “Os bioinsusmos são fundamentais para diminuir os custos de produção na nossa agricultura familiar e para trazer uma agricultura mais sustentável. Estamos fazendo uma mobilização no Estado e Goiás está na vanguarda disso”, explicou o secretário, referindo-se ao Programa Estadual de Bioinsumos.

Joel Sant’Anna, secretário de Indústria, Comércio e Serviços de Goiás (SIC), também esteve presente e chamou a atenção para o poder de investimento do Estado e o apoio da SIC nas iniciativas voltadas para o agronegócio.

Avanço nacional

O deputado federal José Mário Schreiner fez questão de prestigiar o evento, reconhecendo como essenciais as ações da Emater para a melhoria da qualidade de vida dos produtores familiares goianos. Ele ressaltou a importância da pesquisa no cenário agropecuário nacional e internacional, tornando o Brasil referência no assunto. “Se o Brasil conseguiu chegar aonde chegou no setor produtivo rural, nós devemos à ciência, à pesquisa e à inovação desenvolvida. Nós exportamos tecnologia”, declarou.

O superintendente nacional da Caixa Econômica Federal, Jaime Daniel da Silva, contribuiu com o debate apresentando as linhas de crédito da Caixa direcionadas para o desenvolvimento do produtor rural no Brasil. “Nós temos uma meta de chegar a R$ 35 bilhões de carteira até o final deste ano, com um portfólio adequado de soluções que atendam todo o ciclo produtivo dos nossos clientes”, explicou Jaime.

Participantes

Além dos membros da Asbraer e autoridades locais, participaram da assembleia Márcio Cândido, secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SAF/Mapa), e Pedro Arraes, diretor do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e ex-presidente da Emater de Goiás. Eles destacaram a importância do extensionismo rural e de programas de incentivo na inclusão produtiva do agricultor familiar.

Também participaram José Ferreira da Costa e Oto Ferreira Cândido, presidente e diretor da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), respectivamente; o consultor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), Sérgio Paganini; o superintendente nacional da Caixa Econômica Federal, Jaime Daniel da Silva; e o presidente da Associação Goiana dos Produtores de Cachaça de Alambique (Agopcal), Luís Manteiga.

Emater Goiás
Comunicação Setorial
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Publicações em Alta

Caiado apresenta projeto de fomento e incubação de cooperativas sociais

UEG retoma aulas presenciais na segunda-feira (11)

Caiado participa da abertura do 2º Congresso Brasileiro de Direito Religioso

Vacinação de Pessoas Acima de 60 Anos Deve Terminar Em Abril, Afirma Caiado