No Banner to display

quarta-feira, 24 de julho de 2024

quarta-feira, 24 de julho de 2024

No Banner to display

Governo de Goiás reduz juros em linhas de crédito

Taxa mínima passa a ser de 1,41% ao mês, valor considerado atrativo em relação à oferta de bancos privados. GoiásFomento destaca prazo de até 60 meses para pagar.

Atendimento ao público na GoiásFomento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h

O Governo de Goiás, por meio da GoiásFomento, reduziu em cerca de 10% as taxas de juros cobradas em suas linhas de crédito, apesar de o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central manter a taxa Selic em um patamar elevado, como forma de combater a inflação. A expectativa é tornar as condições de financiamento mais atrativas, principalmente para pequenos empreendedores.

A linha GoiásFomento Giro foi a que teve maior redução, já que o valor passou de 2,88% para 2,40% mensais, podendo chegar a 1,84% se o pagamento for feito em dia. A nova taxa é válida para empréstimos de até R$ 300 mil para capital de giro e de até R$ 400 mil para investimentos destinados a microempresas, empresas de pequeno porte e pessoas físicas (profissionais liberais), desde que apresentem as devidas garantias.

As demais linhas de crédito operadas pela agência também tiveram diminuição nas taxas de juros. As linhas destinadas a investimento fixo ou fixo com capital de giro, por exemplo, possuem taxas de até 1,41% ao mês. Já no segmento microcrédito, o valor pode chegar a 1,59%. Para alguns tipos de financiamento, é possível contar ainda com garantia do Fundo de Aval do Estado.

*Área social*
O presidente da GoiásFomento, Eurípedes do Carmo, reforça que a medida tem relação com o perfil social da instituição. “Nosso objetivo não é obter lucro. Nosso objetivo é atender o pequeno, o médio e o microempreendedor”. Carmo explicou também que a redução nos valores foi possível graças a um trabalho de corte de despesas e diminuição do custeio da agência.

Apesar da Taxa Selic ter registrado alta nos últimos meses e estar hoje em 13,75% ao ano, o que tem levado a um movimento de alta nas taxas de juros praticadas em bancos privados, Eurípedes do Carmo afirmou que a GoiásFomento faz o caminho inverso. “Enquanto nós sabemos que os bancos comerciais, em geral, elevaram suas taxas, nós buscamos reduzir os custos de operação, possibilitando assim cobrarmos uma taxa menor do nosso cliente”.

As taxas também são atrativas porque são pré-fixadas, com prazo de pagamento de até 60 meses para investimento e de até 36 meses para capital de giro. Além disso, aqueles clientes que têm histórico de bons pagadores são beneficiados com a concessão do bônus de adimplência que garante desconto de 23% na taxa de juros. Os interessados em saber mais informações sobre as linhas de crédito da GoiásFomento podem acessar o site www.goiasfomento.com ou ligar no telefone (62) 3216-4900.

Foto: André César

Agência de Fomento de Goiás – Governo de Goiás

Publicações em Alta

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos

Detran disponibiliza Disque-Guincho para remoção de veículos

Prefeitura de Caldas Novas espera receber 150 mil pessoas no Feriado de Tiradentes

No Banner to display