No Banner to display

domingo, 21 de abril de 2024

domingo, 21 de abril de 2024

No Banner to display

Produção agrícola goiana deve superar 114 milhões de toneladas em 2023

Os dados apontam que Goiás irá bater recorde e alcançar a maior produção desde o início da série histórica, em 1972.

Cultivo de grãos cresce em Goiás. Estado é responsável por 10,7% da produção nacional (Foto: Wenderson Araújo/CNA

A produção agrícola goiana deve alcançar 114,6 milhões de toneladas em 2023, com crescimento de 10,6% em relação a 2022, conforme as projeções do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os principais destaques neste ano, no comparativo com 2022, são o volume de milho, com produção de 14,1 milhões de toneladas e alta de 31,9%; sorgo, com 1,36 milhões toneladas e crescimento de 30,1%; cereais, leguminosas e oleaginosas, com produção de 32,7 milhões de toneladas e crescimento de 18,2%; cana-de-açúcar, com 80,1 milhões de toneladas e alta de 8,9%; e soja, com 16,5 milhões de toneladas, o que equivale a alta de 8,7%.

O titular da Secretaria-Geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, comemora os resultados, que confirmam pesquisas internas do Instituo Mauro Borges (IMB).

“O LSPA aponta excelentes resultados para Goiás. O nosso estado irá atingir um marco notável em 2023, registrando um recorde na produção agrícola e alcançando o maior volume de toda a série histórica. Esse sucesso é resultado de muitos investimentos, práticas sustentáveis e condições climáticas favoráveis”, salienta.

Pedro Leonardo Rezende, secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás (Seapa) destaca a posição do estado no cenário agrícola do país.

“O recorde histórico da produção agrícola de Goiás em 2023 é motivo de orgulho para todos nós. Este sucesso é resultado não apenas do trabalho de nossos dedicados agricultores, mas também da visão estratégica e investimentos significativos que o Governo de Goiás tem direcionado para o setor. Estamos solidificando Goiás como um dos principais estados agrícolas do país e promovendo um impacto positivo na economia estadual e nacional”, diz.

NACIONAL

A taxa de crescimento goiana (10,6%) é superior à média nacional, uma vez que as projeções para o Brasil apontam crescimento de apenas 0,17% em 2023, no comparativo com o ano passado. Dessa forma, a produção agrícola nacional atingirá 1,070 bilhões de toneladas neste ano.

“Goiás vem se consolidando como um dos principais estados agrícolas do país. Esse recorde é um indicativo muito positivo para a nossa economia. Culturas como a da soja, milho, cereais e cana-de-açúcar contribuem para aumentar a participação do estado para a produção brasileira, que chega a 10,7%”, afirma o diretor-executivo do IMB, Erik Figueiredo. Em 2022, o índice era de 9,7% alcançado em 2022.

SAIBA MAIS

Goiás bate recorde na produção de grãos

 

Publicações em Alta

PIB de Goiás cresce 4,4% em 2023 e fica acima da média nacional

Goiás libera vacina para toda a população no ‘Dia D’ contra influenza

Polícia Civil prende autor de homicídio e dupla tentativa de homicídio em Caldas Novas

Equatorial Goiás troca 200 chuveiros em Morrinhos