Hot Park
Notícias
Em enquete do MEC, 80% dos estudantes votam em adiar Enem para 2020 e maioria prefere data em maio
Publicada em: 01/07/2020

Apesar do resultado, Ministério ainda deverá decidir sobre datas oficiais. Ingressos em universidades com notas do exame podem ficar comprometidos

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta quarta-feira, 1°, o resultado da enquete para a escolha de nova data provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. A maioria dos estudantes, 80% deles, votaram em adiar a aplicação para 2021, o que há pouco mais de um mês era negado pelo MEC.

Inicialmente previsto para novembro, o exame foi alvo de polêmica nas redes sociais e na política, já que em razão da pandemia se pedia o adiamento. Após a necessidade de uma nova data ganhar força no Congresso, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão ligado ao MEC responsável pelas provas, voltou atrás e admitiu a possibilidade.

Na sequência, o então ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou a aplicação da enquete entre os estudantes, havendo quatro opções: datas em dezembro, janeiro ou maio. Com 80% somados, as datas em 2021 ganharam, sendo que 49,7% votaram na aplicação em maio.

De acordo com o Inep, mais de 1 milhão de estudantes responderam de forma voluntária.

Data

A previsão é de que a data seja definida em até três semanas. Apesar do resultado da enquete, no entanto, a decisão deverá levar outros fatores em consideração.

“Mais de 80% pediram para fazer a prova no ano que vem. É uma opinião importante, mas não é a única fonte de decisão”, disse o presidente do Inep, Alexandre Lopes, ressaltando que poderá ser, inclusive, uma data diferente daquelas que foram colocadas na enquete.

Fonte: Jornal Opção

Voltar Contato Diminuir Texto Aumentar Texto

Promoções

Participe

Cinema

Em Cartaz

Vídeos

Assistir